Ultimas

PPV Review - AEW Full Gear 2021

 
Data: 13 de novembro de 2021
Arena: Target Center
Localidade: Minneapolis, Minnesota
 
 
Darby Allin vs. MJF
Combate que MJF tentou levar para um registo técnico. Conseguiu-o, mas pela frente teve um Darby Allen que soube responder à altura.
A rumo do duelo mudou quando Darby Allin se atirou de costas para cima de MJF, mas falhou o alvo, embatendo de costas na borda do ringue. A partir daí MJF passou a trabalhar nas costas de Allin, de forma a reforçar os danos causados.
Vários minutos depois, MJF esteve perto de vencer via countout após um Tombstone Piledriver na borda do ringue, mas Allin conseguiu voltar ao ringue a tempo.
Depois assistiu-se a uma série de near falls. Depois de ter levado para o ringue o skate de Allin, MJF alcançou a vitória após atingir o adversário com um soco (com um anel num dos dedos) e aplicar um Headlock Takeover.
Vencedor: MJF
Nota: 8/10
 
 
AEW World Tag Team Championship:
Lucha Brothers (Penta El Zero Miedo e Rey Fenix) (c) vs. FTR (Dax Harwood e Cash Wheeler)
Combate equilibrado e entretido, no qual os FTR estiveram perto de conquistar o título após atingirem Rey Fenix com um cinturão dos títulos de tag team da AAA.
A meio da contenda, Dax Harwood evocou Eddie Guerrero – no dia em que passaram 16 anos da morte do Latino Heat – ao dançar e aplicar um Three Amigos, mas acabaram por ser os Lucha Brothers a prestarem homenagem ao malogrado lutador através de um Frog Splash.
Embora Cash Wheeler tenha colocado uma máscara, talvez na esperança de meter mais respeito aos adversários, os Luchas Brothers alcançaram a vitória após um Package piledriver.
Vencedores: Lucha Brothers (Penta El Zero Miedo e Rey Fenix)
Nota: 7,5/10
 
 
AEW World Championship Eliminator Tournament Final:
(o vencedor recebe uma oportunidade pelo AEW World Championship)
Há uns meses, seria um Rusev vs. Daniel Bryan. Hoje é Miro vs. Bryan Danielson.
Combate intenso, recheado de strikes, submissões e projeções. Sempre que Bryan Danielson aplicava uma submissão, Miro utilizava a sua força para sair da mesma. A dada altura, Miro também aparentou estar imune à dor quando Bryan Danielson o pontapeava.
Apesar das dificuldades, o American Dragon alcançou a vitória após um DDT e um Guillotine que obrigou Miro a desistir.
Vencedor: Bryan Danielson
Nota: 6,5/10
 
 
Falls Count Anywhere match:
                Christian Cage e Jurassic Express (Jungle Boy e Luchasaurus) vs. Superkliq (Adam Cole e The Young Bucks (Matt Jackson e Nick Jackson))
Combate caótico, em que os seis lutadores estiveram sempre em perigo, porque à mínima distração eram atacados pelas costas.
Já depois de Adam Cole ter ficado a sangrar abundantemente da cabeça, Christian Cage e Nick Jackson foram lutar para a zona do backstage e para o meio do público, deixando em ringue os outros quatro elementos da contenda.
Entretanto o combate prosseguiu na zona do palco, onde Adam Cole aplicou um Panama Sunrise em Jungle Boy. Parecia ser o fim, mas Luchasaurus impediu que o assentamento chegasse ao fim.
Depois os três membros do Superkliq colocaram joelheiras envoltas em pioneses e aplicaram joelhadas em simultâneo em Luchasaurus, mas Jungle Boy interrompeu o assentamento que se seguiu e deu uma nova vida à sua equipa. Luchasaurus saltou para cima de Nick Jackson e Adam Cole em forma de Shooting Star Press e Jungle Boy recebeu uma cadeira de Christian Cage para executar um Con-Chair-To em Matt Jackson para alcançar a vitória.
Vencedores: Christian Cage e Jurassic Express (Jungle Boy e Luchasaurus)
Nota: 8/10
 
 
Pac e Cody Rhodes vs. Malakai Black e Andrade El Idolo
Combate marcado pela disfuncionalidade da dupla Pac e Cody Rhodes. Ainda assim, Pac conseguiu dar a vitória à sua equipa após um Red Arrow.
Vencedor: Pac e Cody Rhodes
Nota: 6/10
 
 
AEW Women's World Championship:
Dr. Britt Baker, D.M.D. (c) vs. Tay Conti
Combate equilibrado e com alguma emoção, no qual a brasileira Tay Conti esteve por diversas vezes próxima do triunfo. No entanto, Dr. Britt Baker, DMD conseguiu surpreender Tay Conti com um assentamento inesperado.
Vencedora: Dr. Britt Baker, D.M.D.
Nota: 5,5/10
 
 
CM Punk vs. Eddie Kingston
Eddie Kingston atacou CM Punk ainda antes de a sineta soar e continuou a atacar a antiga estrela da WWE já depois de o combate iniciar oficialmente. Mas quando ganhar algum fôlego, CM Punk conseguiu ripostar, proporcionando um autêntico grudge match.
Os primeiros largos minutos de combate foram tão intensos que deixou ambos fatigados. CM Punk conseguiu respirar após um primeiro Go To Sleep e arrecadou a vitória quando aplicou o seu finisher pela segunda vez.
Vencedor: CM Punk
Nota: 8/10
 
 
Minneapolis Street Fight:
The Inner Circle (Chris Jericho, Jake Hager, Sammy Guevara, Santana e Ortiz) vs. Men of the Year (Ethan Page e Scorpio Sky) e American Top Team (Junior dos Santos, Andrei Arlovski e Dan Lambert)
Uma Street Fight com dois homens à vez no ringue é de um booking ao nível do pior de Vince Russo na TNA. Depois lá se instalou o caos…
Dan Lambert esteve perto de fazer o assentamento em Jericho após um soco certeiro de Junior dos Santos, mas Le Champion conseguiu fazer o kick out, acabando depois por dar a vitória à sua equipa após um Frog Splash em homenagem a Eddie Guerrero.
Vencedores: The Inner Circle (Chris Jericho, Jake Hager, Sammy Guevara, Santana e Ortiz)
Nota: 6/10
 
 
AEW World Championship:
Kenny Omega (c) vs. "Hangman" Adam Page
Combate que Kenny Omega começou por dominar, ainda que Adam Page fosse paulatinamente quebrando esse domínio. No entanto, o campeão voltou a ter supremacia após uma espécie de Springboard German Suplex e de uma sequência de projeções que fizeram “Hangman” cair de pescoço.
Entretanto, Adam Page tentou o The Buckshot Lariat, mas acertou no árbitro. Com o árbitro caído, executou um DeadEye, mas o tempo que a árbitra demorou a chegar até ao ringue deu a Omega o fôlego necessário para fazer o kick out.
Seguiu-se uma brutal troca de strikes e de projeções impactantes, que resultaram em near falls emocionantes. No final, Adam Page alcançou o triunfo após dois Buckshot Lariats, sob o olhar conformado dos Young Bucks.
Vencedor: "Hangman" Adam Page (novo campeão)
Nota: 9,5/10

Sem comentários:

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.