Ultimas

Os 10 melhores combates da carreira de The Rock

The Rock foi estrela na WWE antes de seguir para Hollywood
Hoje um dos atores mais bem-sucedidos de Hollywood e uma das personalidades com mais seguidores nas redes sociais (275 milhões no Instagram, 58 milhões no Facebook e 15 milhões no Twitter), Dwayne Johnson começou a revelar talento para a representação e a ganhar popularidade enquanto The Rock nos ringues da WWE.
 
Considerado um dos grandes nomes da indústria do pro wrestling, The Great One estreou-se no Monday Night Raw como membro da entourage de Marc Mero a 4 de novembro de 1996, na altura ainda com o nome Rocky Maivia.
 
No ano seguinte, Rocky Maivia tornou-se The Rock e começou a desenvolver a personagem que o levaria a um sucesso possível de medir em número de títulos: dez vezes campeão mundial, duas vezes campeão intercontinental, cinco vezes campeão de tag team e vitória do Royal Rumble 2000. Além disso, foi no seu auge que a então WWF ganhou a guerra de audiência com a WCW, ajudando o Raw a destronar o Nitro.
 
Paralelamente, entrou para a área da representação em 1999, acabando por deixar definitivamente a WWE para abraçar a carreira em Hollywood em 2004. Porém, voltou a participar em alguns combates entre 2011 e 2013.
 
Vale por isso a pena conferir a nossa lista dos dez melhores combates da carreira de The Rock, por ordem cronológica.
 
 
Após vencer o torneio King of the Ring de 1998, Ken Shamrock elogiou o finalista vencido, The Rock. Posto isto, o vencedor do King of the Ring de 1994, companheiro de The Rock nos Nation of Domination e ex-amigo de Shamrock, Owen Hart, desafiou Shamrock para um combate entre os dois.
Porém, o vencedor do King of the Ring de 1994, Triple H, surgiu em cena e desafiou Hart e Shamrock para um combate entre os três vencedores do King of the Ring. A proposta foi aceite e Shamrock saiu vencedor ao fazer o assentamento em Triple H depois de uma interferência de The Rock. Como resultado, seguiu-se uma brawl entre os D-Generation X de Triple H e os Nation of Domination de The Rock.
No episódio de 13 de julho de 1998 do Raw is War, uma semana depois de ter gozado com os elementos dos Nation, Triple H juntou-se a X-Pac para derrotar The Rock e Owen Hart num combate de tag team. E, durante a contenda, foi anunciado que The Rock iria defender o seu título intercontinental frente a Triple H num duelo à melhor de três no Fully Loaded.
No pay-per-view, The Rock venceu a primeira fall após executar um The Rock Bottom, após várias interferências por parte dos DX e dos Nation of Domination. No entanto, Triple H chegou ao empate após Chyna ter aplicado um DDT no campeão em cima de uma cadeira. E assim que a terceira fall começou, Triple H aplicou um Pedigree no adversário, mas não foi a tempo de avançar para o assentamento porque a duração limite de 30 minutos chegou ao fim, o que permitiu ao campeão reter o cinturão.
No entanto, a rivalidade entre os dois continuou. No episódio de 17 de agosto do Raw is War, os DX e os Nation lutaram numa Street Fight que a fação de The Rock venceu quando este utilizou uma cadeira para atingir o rosto de Triple H, fazendo-o sangrar da boca. Depois do combate, Triple H desafiou The Rock para um Ladder match pelo título intercontinental no SummerSlam.
 
 
 
Raw Is War (15 de fevereiro de 1999)
Um ano depois do Montreal Screwjob, no Survivor Series 1998, The Rock sagrou-se pela primeira vez campeão da WWF ao derrotar Mankind de forma algo duvidosa, uma vez que prendeu o adversário num Sharpshooter e Vince McMahon ordenou que fosse tocada a sineta sem que Mankind desistisse.
No mês seguinte, no Rock Bottom: In Your House, Mankind ganhou um combate pelo título ao deixar The Rock inconsciente através de um Mandible Claw, mas mais uma vez Vince McMahon impediu-o de se sagrar campeão, ao alegar que The Rock, tecnicamente, não tinha desistido.
No entanto, Mankind tornou-se pela primeira vez campeão da WWF ao bater The Rock no main-event do Raw de 4 de janeiro de 1999, graças à interferência de Stone Cold Steve Austin, num episódio que ficou marcado pelo ponto de viragem na guerra de audiências entre a WWF e a WCW, com o Raw a finalmente destronar o Nitro.
Entretanto, The Rock reconquistou o título no Royal Rumble 1999, ao vencer um “I Quit” match, alcançando essa vitória de forma suja, uma vez que enquanto colocava o microfone na cara de Mankind, Shane McMahon reproduziu a partir do backstage um áudio em que Mankind dizia “I Quit” sem que o árbitro desse por isso.
Porém, poucos dias depois Mankind voltou a sagrar-se campeão ao bater The Rock num Empty Arena match durante o intervalo do Super Bowl XXXIII.
Uma vez que o WWF Championship estava a passar sucessivamente de mãos de The Rock para Mankind e vice-versa, numa altura em que a WrestleMania XV estava já no horizonte, foi agendado um Last Man Standing match entre ambos para o St. Valentine's Day Massacre: In Your House. Contudo, esse combate terminou empatado, uma vez que nenhum dos dois respondeu à contagem de dez depois de uma dupla cadeirada.
Perante tanta indefinição, foi marcado para o Raw do dia a seguir ao St. Valentine's Day Massacre um novo duelo entre Mankind e The Rock, desta feita um Ladder match.
 
 
 
No Holds Barred match pelo WWF Championship (Shane McMahon como árbitro convidado):
Stone Cold Steve Austin (c) vs. The Rock
Tudo começou no ano anterior, quando Steve Austin se sagrou campeão da WWE na Wrestlemania XIV, algo que desagradou ao dono da companhia, Vince McMahon, que não queria ter um rebelde e amante de cerveja como principal figura da companhia. Assim sendo, McMahon começou a fazer do reinado e da vida de Austin um autêntico inferno.
Entretanto, o WWF Championship ficou vago em setembro, após The Undertaker e Kane terem feito o assentamento em Austin ao mesmo tempo durante um handicap match no Breakdown: In Your House. No mês seguinte, Austin arbitrou um combate entre Kane e Undertaker para determinar o novo campeão, mas acabou por atacar ambos, fazendo com que o duelo terminasse em no contest.
No Survivor Series, The Rock venceu um torneio para determinar o novo campeão após a família McMahon ter tramado Austin na semifinal e Mankind na final.
No entanto, o Royal Rumble 1999 estava já no horizonte e a família McMahon fez de tudo para que Austin não saísse vencedor. Primeiro, colocou-o num Buried Alive match frente a The Undertaker em que estava em jogo a presença no Royal Rumble match, mas Stone Cold saiu vencedor.
No Royal Rumble, Austin entrou em primeiro lugar e foi divulgado que quem o eliminasse receberia uma recompensa de 100 mil dólares, mas Stone Cold sobreviveu quase todo o combate até ser eliminado por Vince McMahon no final.
No Raw is War da noite seguinte, McMahon entregou a recompensa a The Rock, que o ajudou a eliminar Austin, e anunciou que não ia fazer uso da oportunidade que tinha ganho para lutar pelo título na WrestleMania XV. McMahon planeava escolher o adversário de The Rock para o grande evento, mas foi interrompido pelo comissário Shawn Michaels, que o informou que as regras da WWF dizem que, caso o vencedor do Royal Rumble abdicasse dessa oportunidade, a title shot seria oferecida ao segundo classificado, que neste caso foi Steve Austin.
Assim sendo, Austin usou esse erro de McMahon para o defrontar em ringue, num combate em que a oportunidade pelo WWF Championship estava em jogo num Steel Cage match. Apesar de interferência de Big Show, Austin alcançou mesmo a vitória.
Na WrestleMania XV, Austin bateu The Rock para conquistar o título, mas nas semanas que se seguiram ambos protagonizaram momentos marcantes, com The Rock a atirar Austin e o cinturão de uma ponte em Detroit para o rio. Na semana seguinte, em jeito de gozo The Rock organizou um funeral para Austin, mas este utilizou um monster truck para esmagar a limousine e o carro funerário de The Rock.
Durante o Sunday Night Heat antes do Backlash, Shane McMahon anunciou que o combate entre Austin e The Rock não teria desqualificações e anunciou que ele próprio seria o árbitro.
 
 
 
Fully Loaded 2000
The Rock (c) vs. Chris Benoit
(Caso fosse desqualificado, The Rock perderia o título)
No King Of The Ring 2000, The Rock conquistou o WWF Championship, que pertencia a Triple H, num six-man tag team match em que o The Great One e os Brothers Of Destruction (The Undertaker e Kane) venceram a McMahon-Helmsley Faction (Triple H, Vince McMahon e Shane McMahon). Nesse combate, The Rock fez o assentamento vitorioso em Vince McMahon – caso fosse outro companheiro de equipa, seria esse lutador a ganhar o título.
No episódio de 3 de julho do Raw is War, o comissário da WWF, Mick Foley, anunciou que The Rock ia defender o título frente a Shane McMahon nessa noite. Porém, o combate foi interrompido por Benoit, que atacou o campeão.
Uma semana depois, The Rock e Benoit mediram forças. Inicialmente a vitória foi atribuída ao canadiano, mas o árbitro Earl Hebner desqualificou Benoit devido à interferência de Shane McMahon.
Já no episódio de 13 de julho do SmackDown!, Foley forçou Benoit a defrontar Eddie Guerrero e Chyna num handicap match, no qual o Rabid Wolverine foi novamente desqualificado, tendo depois atacado Hebner. Após a contenda, The Rock ofereceu a Benoit uma oportunidade pelo WWF Championship no Fully Loaded.
 
 
 
No Mercy 2000
Combate sem desqualificações pelo WWF Championship:
The Rock (c) vs. Kurt Angle
Após bater Chris Benoit no Fully Loaded, The Rock defendeu o título diante de Triple H e Kurt Angle no SummerSlam e frente a Chris Benoit, Kane e The Undertaker no Unforgiven. Também no Unforgiven, Angle foi derrotado por Triple H num combate sem desqualificações.
No episódio de 28 de setembro do SmackDown!, Angle e Benoit juntaram forças para vencer Rock e Triple H num tag team match. E quatro dias depois, no Raw is War, Benoit ajudou Angle a derrotar Triple H para se tornar no candidato principal ao WWF Championship no pay-per-view No Mercy.
 
 
 
No Way Out 2001
Kurt Angle (c) vs. The Rock
No pay-per-view No Mercy 2000, Angle conquistou pela primeira vez o WWF Championship ao bater The Rock, apesar de Rikishi ter tentado interferir a favor do The Great One.
Entretanto, Angle defendeu o título diante de The Undertaker no Survivor Series, de Rikishi, The Rock e Steve Austin no Rebellion, de The Rock, Steve Austin, Triple H, Undertaker e Rikishi num Hell in a Cell match de seis homens no Armageddon e de Triple H no Royal Rumble.
Apesar dos muitos adversários, o campeão e The Rock nunca se perderam de vista. Num episódio do SmackDown! no início de janeiro de 2001, Angle venceu um combate entre ambos, por desqualificação, após The Rock o ter atacado com uma cadeira.
Já na edição de 8 de fevereiro do SmackDown!, The Rock bateu Big Show para se tornar no candidato principal ao WWF Championship no pay-per-view No Way Out.
 
 
 
WrestleMania X-Seven
No Disqualification match pelo WWF Championship:
The Rock (c) vs. Steve Austin
The Rock e Steve Austin já tinham lutado pelo WWF Championship na WrestleMania XV e no Backlash 1999, tendo reacendido a rivalidade dois anos depois, após “Stone Cold” ter conquistado a oportunidade de competir pelo título na Wrestlemania X-Seven ao vencer o Royal Rumble match de 2001. Paralelamente, The Rock tornou-se campeão da WWF pela sexta vez ao bater Kurt Angle no No Way Out 2001.
Durante a feud, a mulher de Austin, Debra, estava a tentar voltar a ser manager, mas o presidente da WWF, Vince McMahon, ordenou que fosse manager de The Rock, mesmo contra a vontade dela, de Austin e de The Rock. Frustrado, Austin disse que iria responsabilizar The Rock e McMahon se algo de mal acontecesse à sua esposa.
Durante o episódio de 12 de março de 2001 do Raw is War, Debra tentou ajudar The Rock a libertar-se de um Ankle Lock de Kurt Angle durante um combate, mas acabou por sofrer também ela um Ankle Lock. Austin correu imediatamente para a salvar, atirou Angle para fora do ringue e aplicou um Stone Cold Stunner em The Rock.
Na semana seguinte, durante um combate handicap envolvendo The Rock, Chris Jericho, Kurt Angle, Chris Benoit e William Regal, Austin foi ao ringue, mas acabou por sofrer um Rock Bottom de The Rock em resposta ao que tinha acontecido sete dias antes.
No episódio de 29 de março do SmackDown!, Debra foi dispensada do seu papel de manager por Vince McMahon, depois de não conseguir impedir uma brawl entre Rock e Austin.
 
 
 
No Mercy 2001
WCW Championship:
The Rock (c) vs. Chris Jericho
No SummerSlam 2001, The Rock derrotou Booker T para conquistar o WCW Championship, numa altura em que decorria a storyline que ficou conhecida como The Invasion, em que uma fação de lutadores em representação da WCW e da ECW fez frente a uma fação representativa da WWF, depois de a WWF ter adquirido a WCW e a ECW em março e abril de 2001, respetivamente.
Entretanto, The Rock defendeu o título diante de Rhyno no Raw is War de 27 de agosto e de Booker T e Shane McMahon num handicap match no Unforgiven.
Na edição de 8 de outubro do Raw, Shane McMahon, que era o proprietário da WCW, anunciou que ia formar equipa com Rob Van Dam frente a Chris Jericho e The Rock. McMahon e Van Dam venceram o combate após RVD fazer o assentamento em The Rock, que foi atingido acidentalmente por uma cadeirada de Jericho. Após a contenda, The Rock confrontou Y2J no backstage, mas foi atacado por Jericho.
Três dias depois, no SmackDown!, Jericho bateu Rob Van Dam para se tornar no candidato principal ao WCW Championship no pay-per-view No Mercy.
 
 
 
Chris Jericho (c) vs. The Rock
Durante a storyline Invasion, que decorreu durante o ano de 2001, The Rock conquistou o WCW Championship por duas vezes e Chris Jericho tirou-o em ambas, a segunda delas no Vengeance, em dezembro, quando Y2J se tornou o primeiro campeão unificado.
Jericho teve um primeiro mês muito ativo como campeão, tendo defendido o cinturão ante Stone Cold Steve Austin num Steel Cage match e diante de Rob Van Dam, The Big Show e Kurt Angle.
Entretanto, The Rock bateu Booker T para se tornar no candidato principal e fez Jericho desistir com um Sharpshooter durante um combate de equipas em que teve Rob Van Dam como parceiro, enquanto Y2J atuou ao lado de Test.
 
 
 
Vengeance 2002
The Undertaker (c) vs. The Rock vs. Kurt Angle
No pay-per-view anterior, o King Of The Ring, Undertaker reteve o título ao derrotar Triple H. Porém, o combate ficou marcado pela interferência de The Rock, que a dada altura plantou o Deadman no tapete com um Rock Bottom.
Furioso com essa interferência, Undertaker pediu a Vince McMahon um combate com The Rock com o título em jogo e o dono da WWE fez-lhe a vontade, agendando um duelo entre ambos para o Vengeance.
Entretanto, no episódio de 4 de julho do Smackdown!, Undertaker e Kurt Angle empataram numa luta em que estava em jogo o WWE Undisputed Championship, uma vez que o Deadman concluiu um assentamento em Angle ao mesmo tempo que desistia.
Quatro dias depois, no Monday Night Raw, Vince McMahon anunciou que Kurt Angle seria adicionado ao combate no Vengeance, tornando-o num triple threat match. E nos shows que se seguiram até ao PPV, tanto Undertaker como Angle e The Rock aproveitaram cada oportunidade para se atacarem uns aos outros.
 


Sem comentários:

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.