Ultimas

Os 10 melhores combates de sempre do SmackDown

SmackDown está no ar esde 29 de abril de 1999
O segundo programa televisivo semanal há mais tempo no ar nos Estados Unidos (a seguir ao Monday Night Raw), o SmackDown teve a sua estreia a 29 de abril de 1999 e continua a fazer as delícias dos fãs, apesar das alterações de canal e de dia da semana a que é transmitido.
 
Criado para competir diretamente com o programa de quintas-feiras à noite da WCW, o Thunder, o SmackDown já foi transmitido a partir de 163 arenas de 148 cidades de sete países.
 
Embora o programa tenha mais tendência para promover os pay-per-views que se seguem do que para acolher combates espetaculares, também tem havido espaço para duelos eletrizantes ao longo destes 22 anos de Raw.
 
Vale por isso a pena recordar a nossa lista de dez melhores combates, por ordem cronológica.

SmackDown! (24 de maio de 2001)
TLC match pelo WWF Tag Team Championship:
Chris Benoit e Chris Jericho (c) vs. Edge & Christian vs. The Dudley Boyz (Bubba Ray Dudley e D-Von Dudley) vs. The Hardy Boyz (Jeff Hardy e Matt Hardy)
Numa altura em que Steve Austin e Triple H eram os campeões, foi marcado para o Judgment Day um tag team turmoil match para determinar os candidatos principais ao WWF Tag Team Championship, com a equipa dos antigos rivais Chris Jericho e Chris Benoit a levar a melhor, eliminando Edge e Christian em último lugar.
Jericho e Benoit acabaram por receber a oportunidade de lutar pelo título logo no Raw da noite seguinte e aproveitaram uma marretada involuntária de Triple H em Austin para conquistarem os cinturões.
Três dias depois, no SmackDown!, Vince McMahon anunciou que nessa mesma noite os recém-coroados campeões iriam defender os títulos num combate que envolveria mesas, escadotes e mesas frente aos Hardys, os Dudleys e Edge & Christian.
 
 
 
Steve Austin (c) vs. Chris Benoit
Após ter ficado sem o estatuto de campeão de tag team e de o seu companheiro de equipa Triple H se ter lesionado, Steve Austin dedicou-se à defesa do WWF Championship e entrou numa rivalidade com os novos campeões de duplas, Chris Benoit e Chris Jericho.
No arranque do SmackDown! de 31 de maio, no Canadá, Benoit e Jericho sugeriram a Vince McMahon que Austin encontrasse um parceiro para ter direito à desforra de lutar pelos títulos que perdeu, mas o que acabou por ser marcado, apesar da resistência do presidente da companhia, foi um combate pelo WWF Championship entre Austin e Benoit.
 
 
 
SmackDown! (26 de setembro de 2002)
No Disqualification match:
Edge vs. Eddie Guerrero
A 1 de agosto de 2002, Eddie Guerrero foi transferido para o SmackDown! e logo na primeira noite na brand azul juntou forças com Chris Benoit para enfrentar The Rock e Edge, que acabaram por sair vencedores.
Na semana seguinte, Edge ajudou Rey Mysterio e John Cena a levarem a melhor numa rixa frente a Kurt Angle, Benoit e Guerrero. Os seis acabaram por se defrontaram num combate de tag team nessa mesma noite, com Edge, Cena e Mysterio a saírem vencedores.
No SmackDown! de 15 de agosto, Edge e Mysterio venceram por desqualificação um combate de tag team frente a Eddie e Chavo, após Kurt Angle ter atacado Mysterio.
No episódio da semana que se seguiu, Edge foi atacado por Eddie e Benoit, mas mais tarde retaliou. No main-event, Edge e The Rock bateram Benoit e Eddie depois de um Spear de Edge em Eddie.  
No SummerSlam, Edge defrontou Eddie Guerrero e voltou a sair vencedor depois de um Spear, mas a rivalidade entre os dois não se ficou por aí.
Entretanto, foi marcada uma desforra para o Unforgiven, com Guerrero a levar a melhor após um Sunset Flip Powerbomb.
E para encerrar a rivalidade, foi agendado para o SmackDown! a seguir ao pay-per-view novo duelo entre ambos, desta feita num combate sem desqualificações.
 
 
 
SmackDown! (3 de outubro de 2002)
Edge vs. Kurt Angle
Edge e Kurt Angle tinham protagonizado, meses antes, aquela que foi considerada, uma das melhores feuds de 2002.
No Backlash, Angle derrotou Edge, mas no Judgment Day o canadiano levou a melhor num hair vs. hair match, acabando por rapar a cabeça do campeão olímpico. No tira-teimas entre ambos, no episódio de 30 de maio do SmackDown!, Edge bateu Angle num Steel Cage match após um Spear a partir da corda superior.
Entretanto, Edge lesionou-se num braço, foi forçado a ficar afastado dos ringues durante um mês e ambos seguiram caminhos diferentes.
No episódio de 3 de outubro do SmackDown!, ambos encontraram-se durante uma entrevista que Kurt Angle estava a conceder, tiveram um bate-boca e Angle afirmou que desde que o seu cabelo foi rapado que desejava defrontar Edge, tendo-o atacado canadiano na cara antes de dirigir até ao ringue.
 
 
 
SmackDown! (14 de novembro de 2002)
Eddie Guerrero vs. Rey Mysterio
No episódio de 3 de outubro do SmackDown!, a General Manager Stephanie McMahon anunciou um torneio de oito equipas para determinar os primeiros determinar os primeiros campeões de tag team da WWE, que seriam coroados no pay-per-view No Mercy.
Na final do torneio, a equipa de Kurt Angle e Chris Benoit bateu a de Edge e Rey Mysterio para conquistar os cinturões.
No SmackDown! de 24 de outubro, Edge e Mysterio derrotaram Los Guerreros (Chavo e Eddie) para se tornarem nos candidatos principais aos títulos. No entanto, nessa mesma noite Angle e Benoit defrontaram-se, com o canadiano a levar a melhor após interferência de Los Guerreros.
No episódio de 7 de novembro, Edge e Mysterio conquistaram o WWE Tag Team Championship num combate à melhor de três, com Edge a fazer o assentamento em Angle na terceira fall.
Na semana seguinte, os novos campeões defrontaram os membros de Los Guerreros em combates individuais. Edge digladiou-se com Chavo Guerrero, enquanto Rey Mysterio mediu forças com Eddie.
 
 
 
SmackDown! (5 de dezembro de 2002)
Four-Way Elimination match para determinar o candidato principal ao WWE Championship:
Kurt Angle vs. Chris Benoit vs. Edge vs. Eddie Guerrero
No Survivor Series 2002, Big Show conquistou o WWE Championship que era de Brock Lesnar depois de beneficiado de uma traição de Paul Heyman ao até então campeão.
Quatro dias depois, no SmackDown!, Big Show defendeu o título frente a Edge, mas o duelo terminou em no-contest depois de Heyman ter interferido. Após o combate, Lesnar atacou Big Show e Heyman, ações que o levaram a ser suspenso pela General Manager, Stephanie McMahon, que já tinha ameaçado castiga-lo caso atacasse alguém.
Com Lesnar fora da luta pelo WWE Championship, foi marcado um Four-Way Elimination match para determinar o novo candidato principal.
 
 
 
SmackDown! (6 de fevereiro de 2003)
Kurt Angle vs. Chris Benoit
No Armageddon 2002, Kurt Angle bateu Big Show após uma interferência de Brock Lesnar e conquistou o WWE Championship pela terceira vez. Antes do evento, Angle tinha prometido a Lesnar que, caso o ajudasse, veria a sua suspensão levantada e seria o primeiro a receber uma oportunidade pelo título.
No entanto, Lesnar nunca recebeu a oportunidade prometida. Em vez disso, Angle teria de defender o título frente a Big Show no SmackDown! de 26 de dezembro. Contudo, uma semana antes Angle foi lesionado por Lesnar após ter sofrido uma derrota por desqualificação às mãos de Chris Benoit e por isso o combate pelo título foi cancelado.
Em vez de defrontar Angle pelo WWE Championship, Big Show defrontou Benoit para apurar o candidato principal ao título no Royal Rumble 2003 e saiu derrotado.
No pay-per-view, Angle e Benoit protagonizaram um grande espetáculo, com o campeão olímpico a alcançar uma vitória por submissão através de um Ankle Lock.
Contudo, a rivalidade continuou. No SmackDown! a seguir ao Royal Rumble, Benoit atacou Angle após este ter vencido Rey Mysterio. Uma semana depois, a Team Angle (Charlie Haas e Shelton Benjamin) alcançou uma surpreendente vitória num combate de tag team frente a Chris Benoit e Edge.
Tudo isto levou a que ambos Angle e Benoit se voltassem a defrontar no episódio de 6 de fevereiro, sem o título em jogo.
 
 
 
SmackDown! (4 de setembro de 2003)
Kurt Angle (c) vs. The Undertaker
Cerca de dez dias antes, no SummerSlam, The Undertaker venceu A-Train, enquanto Kurt Angle reteve o WWE Championship ao bater Brock Lesnar por submissão.
No Smackdown! que se seguiu, The Undertaker exigiu uma oportunidade pelo título e acabou por conquistá-la ao derrotar Brock Lesnar e Big Show num triple threat match, no main-event do programa.
 
 
 
SmackDown! (18 de setembro de 2003)
60 minute Ironman match pelo WWE Championship:
Kurt Angle (c) vs. Brock Lesnar
Uma rivalidade que durou largos meses durante o ano de 2003.
No Royal Rumble, Angle foi bem-sucedido a defender o WWE Championship frente a Benoit, enquanto Brock Lesnar venceu o Royal Rumble match.
No pay-per-view seguinte, o No Way Out, Lesnar e Benoit derrotaram a Team Angle (Kurt Angle, Shelton Benjamin e Charlie Haas) num combate handicap que era para ser um six man tag team match até Edge ter sido atacado no backstage.
No episódio de 6 de março do SmackDown!, Lesnar bateu Paul Heyman num Steel Cage match para ganhar uma oportunidade pelo título. Na semana seguinte, Angle derrotou Lesnar depois de interferências do seu irmão, Eric, assim como de Shelton Benjamin e Charlie Haas, retendo assim o cinturão.
Na WrestleMania XIX, Lesnar e Angle voltaram a defrontar-se, num combate em que Angle perderia o título caso fosse desqualificado ou alguém interferisse a seu favor. No entanto, Lesnar conquistou o WWE Championship através de um assentamento, depois de aplicar um terceiro F-5.
Após o maior evento do ano, Kurt Angle passou por uma cirurgia ao pescoço e só voltou aos ringues em junho, mas entrou logo na corrida pelo título, acabando por conquistá-lo no Vengeance, ao fazer o pinfall em Lesnar depois de um Angle Slam num triple threat match que também envolvia Big Show.
Quatro dias depois, no SmackDown!, Lesnar desafiou Angle para uma desforra. No entanto, Vince McMahon disse que Lesnar teria primeiro de o vencer num Steel Cage match em que Angle seria o árbitro. Contudo, esse combate de jaula terminou em no contest, depois de McMahon e Lesnar terem atacado Angle.
Entretanto, Angle e Lesnar voltaram a defrontar-se no SummerSlam, com Angle a vencer por submissão, através de um Ankle Lock.
Depois de mais uma vitória sobre o rival, Kurt Angle focou a sua atenção em The Undertaker, com o qual lutou num combate pelo WWE Championship no episódio de 4 de setembro do SmackDown!. No entanto, Lesnar interferiu nesse duelo ao atacar ambos os lutadores com uma cadeira, o que levou à marcação de um Ironman match entre Angle e Lesnar com o título em jogo para duas semanas depois.
 
 
 
SmackDown (12 de junho de 2020)
AJ Styles vs. Daniel Bryan
A 12 de maio de 2020, o WWE Intercontinental Championship foi declarado vago depois de o campeão Sami Zayn ter escolhido abster-se de lutar durante a pandemia de covid-19.
Três dias depois, teve início um torneio de oito homens para determinar o novo campeão. Daniel Bryan chegou à final após ter vencido Drew Gulak e Sheamus nos quartos de final e na semifinal, enquanto AJ Styles bateu Shinsuke Nakamura nos quartos e ficou isento na semifinal devido a uma lesão de Elias.
Curiosamente, os dois finalistas do torneio já se tinham envolvido numa rivalidade no final de 2018, quando Bryan conquistou o WWE Championship que pertencia a Styles.
 


Sem comentários:

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.