Ultimas

Opiniões do Couto #4 | John Morrison e The Miz

Boas malta! Sejam bem-vindos a mais um “Opiniões do Couto” aqui no Wrestling Notícias!

No artigo desta semana vou escrever sobre a forma como têm tratado John Morrison e The Miz na programação semana da WWE, uma situação que tem levado vários fãs a queixar-se, principalmente nas últimas semanas.

Começo por dizer que sou um grande fã dos dois lutadores. Primeiro de John Morrison, que eram um dos meus wrestlers favoritos já no seu tempo de Johnny Nitro e dos MNM, mas também desde que começou a lutar a solo mudando depois o seu nome para John Morrison, ainda na ECW. Quanto a The Miz, nunca foi um dos meus wrestlers favoritos, no entanto é inegável o seu talento, principalmente ao microfone, capacidade de fazer um bom trabalho com o que quer que lhe entreguem, polivalência, dedicação e, também, a sua participação em todo o tipo de programas da WWE ou fora dela, representando assim a empresa da melhor forma.

Como já expliquei no meu primeiro artigo, depois de vários anos de ausência, voltei a acompanhar o produto da WWE regularmente a partir da última WrestleMania, em abril de 2020. Nessa altura, John Morrison e The Miz ainda ocupavam um papel que considero bastante honroso na empresa, sendo os campeões de tag team do SmackDown.

No grande evento do ano John Morrison defendeu o título para a dupla num combate de ameaça tripla, sendo que, umas semanas mais tarde, The Miz perdeu os títulos para Big E, também num combate de ameaça tripla. Até aqui, tudo bem.

Depois disto, John Morrison e The Miz iniciaram uma rivalidade com o campeão Universal, Braun Strowman. Nas semanas até ao combate handicap entre os três, que decorreu no Backlash, diverti-me bastante com tudo o que a dupla fez para atormentar Strowman. No combate pelo título, Morrison e Miz perderam, mas, antes do combate, os dois lutadores foram informados que apenas se sagraria campeão quem conseguisse o assentamento sobre Strowman, situação que perturbou um pouco a dupla, uma vez que estes achavam que se tornariam ambos campeões.

Na minha opinião, o problema para esta talentosa dupla começou a partir daqui, começando ambos a praticamente apenas somar derrotas, tornando-se cada vez mais numa piada.

Apesar do Backlash ter decorrido já em junho, podemos olhar para os resultados de John Morrison e The Miz já desde o mês de maio de 2020, até porque foi aí que as vitórias começaram a desaparecer.

Entre maio e o final de outubro do último ano nem Morrison nem Miz venceram um único combate. Praticamente seis meses sem uma vitória para dois dos wrestlers mais talentosos da WWE. A primeira vitória neste período surgiu a 25 de outubro, no Hell In A Cell, quando The Miz derrotou Otis num combate em que estava em jogo a mala do Money In The Bank. Mas este foi precisamente o combate me que Tucker traiu Otis, ou seja, nem a vitória de The Miz foi algo que devêssemos valorizar muito.

Depois disto, e até ao final do ano de 2020, mais uma vitória para The Miz na battle royal do Kickoff do Survivor Series e uma vitória para a dupla num handicap contra Keith Lee a 14 de dezembro. Ou seja, esta foi a única vitória de John Morrison em 8 meses na WWE e The Miz somou apenas 3 vitórias no mesmo período. Para piorar a situação, The Miz somou até uma derrota frente a Gran Metalik a 28 de dezembro. Já este ano, a dupla ainda somou mais uma vitória num combate handicap frente a Sheamus, a 25 de janeiro.

E foi isto. Foram estas todas as vitórias destes dois wrestlers entre maio de 2020 e o dia em que The Miz se sagrou campeão da WWE. Outro fator que também é interessante de analisar é que 2020 e este início de 2021 foram os dois anos em que The Miz somou uma menor percentagem de vitórias em toda a sua carreira (25% em 2020 e 18,2% em 2021). No caso de John Morrison o mesmo também se verifica (27,8% em 2020 e 22,2% em 2021), mas não é tão relevante olhar para estes números uma vez que, nos últimos anos, Morrison passou por várias empresas para além da WWE.

Obviamente que toda esta situação não agrada quem gosta dos dois lutadores, mas fica ainda pior, num panorama geral, quando sabemos que The Miz possuía a mala do Money In The Bank e acabou por se tornar campeão da WWE. Antes do cash in era difícil para nós, fãs, olhar para The Miz como uma verdadeira ameaça a Drew McIntyre quando este perdia praticamente todos os combates, situação que acabou por desvalorizar um pouco a mala.

Apesar disto, The Miz viria a sagrar-se campeão da WWE pela segunda vez, e com todo o mérito, tendo em conta tudo o que fez pela empresa em todos estes anos. E a verdade é que, apesar dos seus resultados anteriores, esta conquista do título fez sentido, uma vez que The Miz contou com a ajuda de Bobby Lashley. No entanto, todos sabíamos que The Miz não se manteria como campeão por muito tempo.

E foi precisamente a forma como Miz perdeu o título que também deixou muitos fãs indignados. Primeiro porque The Miz fugiu à luta por duas ocasiões, numa delas nem apareceu ao seu combate, enquanto na outra acabou por fugir literalmente. Depois, porque, há terceira, num combate lumberjack, The Miz acabou por sair derrotado por Bobby Lashley num combate em que não somou qualquer ofensiva.

Depois disto, esta semana tivemos um rematch, novamente pelo título, em que The Miz já fez melhor figura. Apesar da derrota incontestável, Miz esteve por cima em alguns momentos do combate, combate esse que durou o triplo dos apenas três minutos do combate da semana anterior.

Quanto a Morrison, no dia em que The Miz se sagrou campeão da WWE, no Elimination Chamber, primeiro venceu um combate no Kickoff contra Elias, Mustafa Ali e Ricochet, garantindo presença no combate pelo título dos Estados Unidos mais tarde naquela noite. Nesse combate, Morrison viria a sofrer o pinfall de Riddle. Já no dia seguinte, no Raw, Riddle voltou a derrotar Morrison, mas num combate de 11 minutos, em que senti que Morrison fez um ótimo trabalho.

Ou seja, vejo estas últimas semanas de John Morrison como algo positivas, uma vez que gostei do destaque que lhe foi dado do dia do Elimination Chamber e também no Raw seguinte. Quanto a The Miz, espero que agora, estando longe da luta pelo título da WWE, as coisas possam também melhorar a seu favor.

Em jeito de conclusão, digo que gostava que, no futuro, a dupla se pudesse voltar a focar nos títulos de equipas, até porque essa divisão precisa de mais candidatos e de mais boas rivalidades.


E tu, o que achaste dos últimos meses de John Morrison e The Miz na WWE e o que esperas para o futuro da dupla na empresa?


Sem comentários:

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.