Ultimas

IMPACT Slammiversary 2020 | Preview


Com o mundo do wrestling ainda em confinamento, o IMPACT Wrestling apresenta o segundo PPV de 2020 em celebração do seu 18.º Aniversário chamado Slammiversary, onde o grande destaque vai para o "4-Way Elimination Match" para determinar o novo IMPACT World Champion, no qual teremos Eddie Edwards a enfrentar Ace Austin, Trey e ainda um adversário mistério.

Para além disto teremos a defesa do IMPACT Knockouts Championship, no qual a campeã Jordynne Grace defende contra Deonna Purrazzo. Também veremos a defesa dos IMPACT World Tag Team Championships, em que os campeões The North (Josh Alexander e Ethan Page) defendem contra Ken Shamrock e Sami Callihan. Tudo isto e muito mais…

Os combates confirmados para o PPV são os seguintes:

CARD

IMPACT World Championship
Four-Way Elimination Match
??? vs. Ace Austin vs. Eddie Edwards vs. Trey

IMPACT Knockouts Championship Match
Jordynne Grace © vs. Deonna Purrazzo

IMPACT World Tag Team Championship Match
The North (Josh Alexander & Ethan Page) © vs. Sami Callihan & Ken Shamrock

IMPACT X-Division Championship Match
Willie Mack © vs. Chris Bey

TNA World Heavyweight Championship
Old School Rules Match
Moose © vs. Tommy Dreamer

IMPACT Knockouts Championship #1 Contender
Knockouts Gauntlet Match
Rosemary vs. Nevaeh vs. Madison Rayne vs. Susie vs. Kiera Hogan vs. Taya Valkyrie vs. Tasha Steelz vs. Alisha vs. Kylie Rae vs. Kimber Lee vs. Havok

Tag Team Open Challenge Match
The Rascalz (Wentz & Dez) vs. ??? & ???


PREVIEW





Tag Team Open Challenge Match
The Rascalz (Wentz & Dez) vs. ??? & ???

Diego Meira – Último combate adicionado ao card do Slammiversary, este deve ser o combate a apresentar a primeira surpresa da noite, visto que por ser um Open Challenge, é o que se espera dele.

Obviamente que Dezmond Xavier e Zachary Wentz não vão ser adversários fáceis, qualquer que seja a dupla que decida os enfrentar, e depois de todos os problemas que eles tiveram com Ace Austin e os campeões The North, vão querer menos ainda sair do pay-per-view com uma derrota.

Já seus possíveis adversários podem ser os recém-tornados heels XXXL, ou talvez os filipinos TJ Perkins e Fallah Bahh (que tentam elevar seu status para competirem novamente pelos cinturões), ou quem sabe os rednecks favoritos do IW, os Deaners. Porém, existe o fator surpresa que citei antes.

Na sexta-feira, dia 17, acabaram as clausulas de noventa dias da maioria dos lutadores dispensados pela WWE. E com isso, temos porta aberta para que Matt Cardona e Brian Meyers (antigos Zack Ryder e Curt Hawkins), Heath Miller (ou Slater) e Rhino, e os quase confirmados Doc Gallows e Karl Anderson sejam aqueles que responderão ao chamado dos Rascalz.

E, sendo sincero, a chance de serem alguns dos ex-WWE a atenderem o desafio é bastante grande. E nesse caso, dificilmente creio que os Rascalz saiam vitoriosos, ainda que deem bastante luta aos adversários. Por isso, estarei apostando na vitória daqueles que vierem enfrentar os Rascalz, seja lá quem for.

Vencedores: ??? & ???

Fábio Santos – Este combate foi adicionado à última hora esta semana e os cenários nisto são de uma grande imaginação... o mais básico aqui por parte da empresa será pegar em equipas que estão no IMPACT como os XXXL, Deaners, TJP e Bahh mas acredito que não vão por aí!

Chris Sabin tem estado como agente no IMPACT nos bastidores, o Alex Shelley está como free agent, portanto a oportunidade de reunir os Motor City Machine Guns, não só traria um combate de sonho para este PPV como também reforçaria a divisão de equipas do IMPACT, que precisa deste tipo de equipas já estabelicidas e veteranas.

Também com todos os segmentos nestes últimos IMPACTs a promoverem a chegada de várias pessoas, também pode-se colocar o caso de vermos os Good Brothers (Gallows e Anderson) a responder a este desafio.

Sem esquecer que há aqui um factor que as pessoas não devem esquecer... os Rascalz ainda não sabem teoricamente quem atacou Trey nos bastidores (Trey acredita que foi o Madman Fulton), mas basta uma derrota aqui para nos próximos tempos vermos a separação desta equipa e acho que isso não vai acontecer!

Vencedores: The Rascalz (Wentz & Dez)



IMPACT Knockouts Championship #1 Contender
Knockouts Gauntlet Match
Rosemary vs. Nevaeh vs. Madison Rayne vs. Susie vs. Kiera Hogan vs. Taya Valkyrie vs. Tasha Steelz vs. Alisha vs. Kylie Rae vs. Kimber Lee vs. Havok

Fábio Santos – Confesso que cheguei a pensar que o IMPACT estaria para anunciar o regresso da divisão de equipas feminino neste PPV, mas pronto este combate também agrada pois não só mostra a variedade de Knockouts que o IMPACT conseguiu adquirir neste tempo de pandemia, mas também pode trazer uma surpresa ou outra.

Sendo que no combate pelo título feminino vou apostar na campeã e de todas as participantes envolvidas nisto, acho que a Rosemary vai ser para mim aquela que poderá ganhar esta oportunidade para se tornar de novo campeã...

Olhando para as participantes em si... Nevaeh e Havok estão em rivalidade com a Tasha e a Kiera, portanto excluo já desta lista... a Kimber Lee perdeu contra a Jordynne há pouco tempo e a Alisha não consigo vê-la como pretendente credível neste momento ao título, portanto também estão excluídas... a Susie anda numa crise de personalidade e a Kylie Rae está a tentar ajudar, mais duas que são excluídas.

Sobra-me a Taya, Rosemary e a Madison Rayne... a Taya teve um ano de reinado há pouco tempo, portanto não acho que vai ganhar uma nova oportunidade... a Madison Rayne está num trabalho de bastidores/comentadora desta empresa e por isso também não acho que vá ganhar... resta a Rosemary, mas será que vai aparecer mais alguém nisto?

Há pouco tempo vi a antiga campeã Taylor Wilde tem estado a focar-se no wrestling de novo... também vimos o IMPACT a puxar pelo regresso das Beautiful People pelos segmentos que têm mostrado... tudo pode acontecer mas para já, com as participantes envolvidas, vou apostar na Rosemary!

Vencedora: Rosemary

McPhillip – Taya Valkyrie tem-se afirmado como grande concorrente para o Knockouts Championship de Jordynne, porém a "newcomer" Kylie Rae poderá fazer frente, num combate que se promete cheio de acção.

Porém há alianças e rivalidades que podem ser criadas, pois Susie poderá fazer a sua "esquisitice" contra Kylie, ou mesmo Rosemary poderá trair Taya. Tudo num dos tipos de combate que garante que irá trazer muita acção e cenas inesperadas.

Para mim irá depender de quem irá entrar em último, mas estou inclinado a que Taya Valkirye vença esta Gauntlet, para seguir com a sua facção rumo ao título.

Vencedora: Taya Valkyrie



TNA World Heavyweight Championship
Old School Rules Match
Moose © vs. Tommy Dreamer

Diego Meira – Pessoas com delírios de grandeza podem ser vistas em qualquer ambiente ou época. E quando o período da COVID-19 e o revival da antiga TNA acontecem ao mesmo tempo, uma dessas pessoas resolveu se fazer presente.

Depois do especial que reuniu vários astros da TNA, junto com lutadores do atual IW, Moose começou a circular pela Impact Zone com o cinturão do TNA World Championship a tiracolo, se denominando não apenas campeão mundial, mas o único campeão de verdade, já que na época o Impact Championship ainda estava preso com Tessa Blanchard.

O título, nunca foi reativado, mas o ex-jogador de futebol americano não dava a mínima, e em todos os seus combates fazia questão do announcer Dave Penzer o apresentasse como TNA Champion, e que o cinturão estivesse em disputa. No seu caminho, vários TNA Originals tentaram encerrar esse devaneio de Moose, mas todos acabaram tendo o mesmo destino: ser derrotado pelo “campeão”.

No último de seus combates, Moose atacou ferozmente Crazzy Steve, e depois Tommy Dreamer, que havia ido ajudar o antigo membro da Decay. Tal desrespeito fez Dreamer jogar na cara de Moose que ele era apenas um “campeão imaginário”, em uma excelente promo, e depois de ter que pedir desculpas públicas pelo que disse, o “Innovator of Violence” anuncia que combateria o “Mr. Impact” pelo título.

Considerando o talento de Moose para que as pessoas o detestem, particularmente mal posso esperar para vê-lo perdendo o cinturão. E vejo Dreamer como um bom nome para fazer isso. A estipulação “Old School Rules” vinha sendo usada nos combates da lenda da ECW, e ele costumava sair vitorioso de tais contendas. Além disso, seria uma boa oportunidade de dar a ele o TNA Title, cinturão que nunca chegou a ganhar durante a época de atividade do título.

E justamente por querer muito que Moose perca, que eu vou apostar na vitória de Tommy Dreamer, ainda que seu reinado não deva ser considerado. E não Moose, o seu “reinado” também nunca valeu.

Vencedor: Tommy Dreamer (NOVO "CAMPEÃO")

Fábio Santos – As ideias foram todas estragadas pelo COVID-19 porque o rumo para este TNA World Heavyweight Championship ia ser ligeiramente diferente daquilo que se pensava. No entanto, a empresa conseguiu arranjar uma forma boa de contornar esta história toda, metendo o Moose como um campeão que não é suposto ser.

Com a Tessa Blanchard presa no México com o verdadeiro título mundial, Moose começou a aparecer com o antigo título da TNA e entra neste mundo cheio de ilusões que é o único campeão mundial nesta companhia e que defende todas as semanas como já fez com nomes como Hernandez, Crazzy Steve, entre outros!

Até que aparece o good old Tommy Dreamer para salvar Steve de um ataque de Moose e dando uma promo daquelas emocionais como ele sabe fazer, desafiando Moose pelo título num combate com regras à moda antiga, ou seja, sem regras.

Moose está a ser construído como uma das caras desta companhia já há algum tempo e este combate acho que só vai servir para introduzir alguém antigo da TNA, portanto eu creio que Moose sairá deste PPV como "campeão" na mesma.

Vencedor: Moose (AINDA "CAMPEÃO")



IMPACT X-Division Championship Match
Willie Mack © vs. Chris Bey

Diego Meira – A disputa pelo X-Division Title acabou centrada em duas figuras bastante distintas, em termos de personalidade. Se de um lado temos Willie Mack, campeão atual, sendo a pura representação da honra e espírito esportivo, do outro temos Chris Bey como um sujeito metido, interesseiro e nada honrado.

Não é um build-up exatamente inédito para nós fãs, mas os dois acabam tendo algo bastante peculiar em comum: ambos passaram bastante tempo sendo azucrinados por Johnny Swinger. Desde que Mack ganhou o cinturão que o “Swing Man” tentava fazê-lo formar uma dupla com ele, e como o mesmo sempre fazia questão de recusar de todas as formas, Johnny se aliou ao ainda novato Bey, que já se via em rota de colisão com Willie pelo título.

Junto com Chris, Johnny usava diversas artimanhas para tentar encerrar o reinado de Mack, porém praticamente nada do que fazia dava certo. E de tanto fazer besteira, ele acabou até sendo banido do combate, para evitar que ele aprontasse mais. Ele até conseguiu fazer a decisão ser revertida, mas quando descobriu que Chris não dava a mínima para ele, tal como Mack, Swinger resolveu abandoná-lo, e deixa-lo sozinho contra o campeão.

Fico até feliz em ver que a luta vai não terá a presença de Swinger, pois assim teremos um combate do jeito que se espera, atlético, rápido e equilibrado. Bey sempre mostrou ter ótimas capacidades de combate, mas ainda falta algum tempo para que ele realmente esteja pronto para se tornar o campeão da X-Division.

Já Mack, tem o título há relativamente pouco tempo, e com seu imenso carisma e habilidades, continua sendo o lutador ideal para manter o título. Assim, estarei apostando na vitória de Willie Mack e na manutenção de seu reinado.

Vencedor: Willie Mack (AINDA CAMPEÃO)

Fábio Santos – Uma coisa positiva nesta direção de há dois anos para cá, é que o título da X-Division em PPV tem tido combates com a devida construção (exemplos disso, Sami Callihan vs. Rich Swann, Rich Swann vs. Johnny IMPACT e ainda há pouco tempo Willie Mack vs. Ace Austin) e para este PPV não vai ser exceção.

Confesso que não dava nada pelo regresso do Johnny Swinger, mas a realidade é que ele é daqueles veteranos que ninguém fazia a ideia que existia e que cada vez que entra, brilha com os seus segmentos e foi uma das razões deste combate acontecer.

Swinger tentou aliar-se ao Willie mas não deu em nada e agora teve uns meses junto com o Chris Bey, até que este há umas semanas atrás vira-se nos bastidores a dizer nas costas de Swinger que já não precisa dele, deixando o Swinger triste e graças a isso, Swinger já não acompanhará Bey para o combate de hoje!

Posto isto tudo, prevejo que será um belo combate entre o campeão que não é o típico Cruiserweight mas sim aquele lutador que merece ser reconhecido na X-Division (que devo continuar a lembrar que é uma divisão sem limites) e o pretendente que é um "high-flyer" arrogante mas que consegue dar conta no ringue.

Eu vou apostar no Willie Mack e acho que o Johnny Swinger ainda vai ter uma palavra a dizer neste combate... a tentar aquele swerve em que parece estar chateado com o Bey mas tenta ajudá-lo só que sem sucesso e o Mack vai aproveitar disso para reter o título!

Vencedor: Willie Mack (AINDA CAMPEÃO)



IMPACT World Tag Team Championship Match
The North (Josh Alexander & Ethan Page) © vs. Sami Callihan & Ken Shamrock

Fábio Santos – Outra coisa que não posso deixar de elogiar nesta direção da empresa desde há 2 anos e meio para cá é uma questão que gosto de discutir no que toca à valorização dos títulos... longos reinados e o quão importante são eles para estabelecer estrelas!

Como já deu para ver, o IMPACT fez isso com a Taya Valkyrie, sendo Knockouts Champion por mais de um ano até perder para a Jordynne Grace e agora recentemente temos os The North a fazerem também um ano de reinado e já tantas vezes questionei a TNA ou o IMPACT não fazerem isso com os títulos quando têm uma história de 18 anos de existência.

Seja como for, os atuais campeões têm provado que são a equipa perfeita que nenhuma combinação de lutadores ainda conseguiu encontrar a fórmula para os derrotar... casos como The Rascalz, TJP e Fallah Bahh, The Deaners, LAX, Reno Scum e até Rich Swann e Willie Mack... nenhuma destas combinações conseguiu tirar os títulos das mãos dos North.

O melhor disto é que o reinado deles tem sido consistente, sem quebras... mesmo até estando trancados no Canadá, defenderam os títulos e foram aparecendo, o que significa que há uma confiança entre a equipa e a empresa para o que der e vier, mas agora no Slammiversary vão enfrentar uma equipa que não estava à espera...

Sami Callihan e a lenda Ken Shamrock juntam-se como inimigos e amigos ao mesmo tempo para tentar derrotar a melhor equipa de sempre no IMPACT... serão as pessoas indicadas para derrotar os North? Honestamente não, mas como já vi esta história de inimigos a juntarem-se para uma causa em comum, a minha aposta vai cair no Sami e Ken a conquistarem os títulos!

Vencedores: Sami Callihan & Ken Shamrock (NOVOS CAMPEÕES)

McPhillip – Ora aí está uma equipa original… Sami Callihan e Ken Shamrock… Uma coisa é certa, estão habituados à violência.

Os The North já são campeões há mais de um ano e até já mandaram os LAX embora da companhia. Do outro lado está Callihan (de quem eu sou grande fã) e Ken Shamrock, uma dupla "improvisada" que se dão muito bem e que poderá causar surpresa.

Apesar do longo reino dos The North, acho que este irá terminar, para dar início a uma nova dinastia.

Vencedores: Sami Callihan & Ken Shamrock (NOVOS CAMPEÕES)



IMPACT Knockouts Championship Match
Jordynne Grace © vs. Deonna Purrazzo

Fábio Santos – A divisão das Knockouts está a voltar às origens da antiga TNA, em que arranjam 10/15 lutadoras, todas com personalidades bem distintas e com capacidades de trazer os melhores combates possíveis e este combate pelo título não é exceção...

Não vou alongar muito, porque no Gauntlet Match já dei a previsão deste combate, porque neste combate entre Deonna e Jordynne, devo dizer que a rivalidade está bem construída, com os pontos essenciais bem definidos e aqui Deonna terá a sua derradeira prova de fogo para mostrar à WWE, ROH e a todas as empresas que não quiseram apostar nela, o que ela consegue trazer para o ringue.

No dia em que Deonna foi anunciada que iria estrear-se no IMPACT, o vídeo a promovê-la bastou (pelo menos para mim) para me convencer quem é ela e o que é isto de ser a "Virtuosa". Uma personagem clássica mas ao mesmo tempo técnica e são este tipo de vídeos que trouxe o sucesso à divisão das Knockouts na antiga TNA.

Podem dizer à vontade que é uma rejeitada da WWE ou que é sólida e não diz nada, mas a realidade é que se esta empresa está a apostar nela, é porque sabe o valor que ela trás para o ringue e espero que seja isso que veremos hoje... mas para terminar, a Grace continua campeã!

Vencedora: Jordynne Grace (AINDA CAMPEÃ)

McPhillip – Damn, tenho um grande crush pela Jordynne! Há algo nela que me causa calafrios. Porém a sensação feminina da IMPACT irá trazer o seu melhor jogo e poderá causar danos à campeã.

Mas a campeã irá querer mostrar que uma lutadora que foi despedida pela WWE não é melhor que o topo da IMPACT. Tendo em conta que este combate possa ter sido marcado cedo demais, acho que o combate acabará num DQ, fazendo com que a rivalidade continue.

Vencedora: No Contest (GRACE AINDA CAMPEÃ)



IMPACT World Championship
Four-Way Elimination Match
??? vs. Ace Austin vs. Eddie Edwards vs. Trey

Diego Meira – Falando em outro caso de combinação de circunstâncias, este aqui foi um tanto quanto mais danoso para o Impact. Inicialmente um 5-Way Elimination Match, a luta pelo título principal da empresa viu Michael Elgin sendo excluído, após demissão decorrente das denúncias do movimento Speaking Out, e depois a própria campeã Tessa Blanchard, que perdeu o emprego e o cinturão por atitudes muito pouco profissionais para com a empresa.

Assim, os outros três concorrentes ao título foram mantidos, com a adição de um lutador misterioso, mudando o combate para um 4-Way Elimination Match. E é bastante curioso ver que, tal como na luta pelo X-Division Title, os participantes desta luta também tem algo em comum, mais especificamente, um deles tem problemas com os outros dois.

Ace Austin é um rapaz jovem, talentoso e que já provou na época de X-Division Champion que sabe como ser um campeão credível. Mas desde essa época, ele também já mostrava que conseguia ser um perfeito imbecil, agindo de forma muito pouco ortodoxa para tentar conquistar mulheres de seu interesse (nesse caso, que pudessem causar algum dano a seus adversários).

Inicialmente, tentou conquistar Alisha Edwards, quase destruindo o relacionamento dela com o marido Eddie, e depois, não contente, tentou fazer o mesmo com a mãe de Trey Miguel. Mesmo tendo se dado mal em ambos os casos, foi com Trey que as coisas seguiram um pouco mais além.

Austin mantinha-se em choque constante com Miguel e os Rascalz, piorando tudo depois que ele e Trey competiram na final do torneio que definiria o desafiante ao então título de Tessa Blanchard. Bom, deveriam ter competido, já que Trey havia sido atacado nos bastidores, e um enfurecido Zachary Wentz o substituiu, na luta que foi vencida por Austin.

Não muito depois, e seguido mais um ataque, foi revelado que Ace havia recrutado os serviços de Madman Fulton, e o gigante que havia recentemente abandonado a oVe foi o responsável por atacar Trey. Isso piorou ainda mais a situação, pois o “Fresh Prince of Mid-Air” começou uma busca por vingança que o trouxe ao ponto de atacar Austin durante seus treinos, e com o jovem prometendo que o “One True Ace” iria ser destruído por suas mãos.

Alheio a isso, está Eddie Edwards, tentando conseguir as glórias de outrora, e buscando voltar a ser campeão mundial do Impact. Depois de muito tempo ficando apenas no quase, e de rivalidades intensas contra Austin, Blanchard e Elgin, pode ser este o momento que ele esperava para reaver a significância que ele tinha como estrela principal da companhia, nos seus tempos de ouro nos Wolves.

E, não podemos esquecer é claro do lutador extra que irá completar o número de participantes da luta. O IW já havia prometido que ao menos um ex-campeão mundial estaria participando do Slammiversary, e acredito piamente que este será o momento em que tal estrela vai marcar seu retorno para a empresa.

Seria esse lutador EC3? Eric Young? Bully Ray? Teríamos a vinda de um rumorado KENTA para o Impact? Só saberemos no momento da luta. Porém, dado o nível pessoal de sua storyline, e o merecimento que tem ao se entregar de forma perfeita nela, eu acredito que Trey Miguel vai conseguir cumprir sua promessa para com Austin, e se tornar o novo campeão mundial.

Vencedor: Trey (NOVO CAMPEÃO)

Fábio Santos – Chegando ao combate principal, há aqui um sentimento misto da minha parte, pois por um lado o "star power" deste combate é muito fraco comparado com "main-events" doutros Slammiversary, mas por outro lado, tem todos os ingredientes para ser o destaque da noite, tendo em conta que é um combate de eliminação.

Olho para alguém como o Eddie Edwards e penso que este já deveria ser de novo campeão mundial desta empresa pelo menos mais uma vez, pois durante estes últimos 6 anos, não tem havido alguém com tanta lealdade com esta empresa como tem sido com o próprio Eddie e para mim deveria ser quem saísse hoje com o título nas mãos.

Depois tens ambos Ace Austin e Trey, que ainda há bem pouco tempo estavam a competir numa rivalidade pessoal pelo X-Division Championship e acho que só um deles poderia sair daqui campeão mundial com uma condição, mas já explico melhor.

Finalmente tens o lutador extra e misterioso que pode ser um ex-campeão mundial que já esteve na TNA, como pode ser alguém do plantel atual, ou seja, pode ser qualquer lutador... nomes como EC3, Eric Young, Bully Ray e até nomes da NWA como o Nick Aldis ou James Storm foram mencionados nos vídeos de promoção do "Our World Will Change", portanto esperemos que seja aqui algo bombástico.

Apesar da minha aposta iniciar ser no Eddie Edwards por ser um prémio de mérito por tudo o que tem feito pela companhia, lembrei-me de um dos vídeos ter falado sobre a possibilidade de um regresso dos Aces & Eights e se for a pensar bem, o Ace Austin é a pessoa perfeita para estar num grupo deste género, porque a história dos Aces foi bem construída, apenas tinha uns quantos elementos que não tinham as mesmas capacidades de entrega.

O Ace Austin já tem o Madman Fulton, mas quem não me diz que os Good Brothers também estarão neste novo grupo, juntamente ainda com possivelmente um Bully Ray que poderá ser o participante mistério e ajudar o Ace a ganhar o título?

O wrestling é mesmo para isto... cativar os fãs de tal forma que consigamos imaginar o quão bom seria esta ou aquela história de se concretizar naquela empresa e com aqueles lutadores e podem-me chamar de fanático pelo IMPACT, mas a realidade é que esta empresa tem sido das poucas que se tem aproveitado muito bem da pandemia para agarrar tudo o que seja possível.

Mesmo que tenham perdido a Tessa Blanchard e o Elgin (este ainda está em suspenso), a realidade é que neste mundo, todos(as) os(as) lutadores(as) escrevem o seu destino e a realidade é que já foram construídas tantas estrelas aqui, que algumas de facto tiveram sucesso noutras companhias e outras simplesmente aprenderam que em alguns lados, não se dá oportunidades como se dão em algumas empresas.

Isto era suposto ser um "Five-Way Elimination Match" e a minha aposta inicial é a Tessa ia perder o título de qualquer das formas, mas como já se adiantou e teve as atitudes pouco profissionais que teve, vamos ter novo campeão mundial na mesma e tendo em conta tudo o que já disse, vou arriscar e meter no gajo com o cabelo roxo, Ace Austin.

Vencedor: Ace Austin (NOVO CAMPEÃO)




PS: Não esquecer que, daqui por umas horas começará a transmissão ao vivo do IMPACT Slammiversary 2020, que contará com o habitual "chat" para podermos conversar e as "streams". Bom PPV para todos!

1 comentário:

  1. "Vencedor: Tommy Dreamer (NOVO "CAMPEÃO")"

    NUNCA! ;) As audiências caiam logo 200%!


    Já Mack [...] com seu imenso carisma

    lol

    "eu acredito que Trey Miguel vai conseguir cumprir sua promessa para com Austin, e se tornar o novo campeão mundial."

    Daqui uns anos, talvez...em 2020? Não.





    Boa análise, pessoal! Obrigado!

    ResponderEliminar

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.