Ultimas

Os 10 melhores combates de Kevin Owens na WWE

Kevin Owens teve grande impacto nos seus primeiros anos na WWE
Depois de se notabilizar durante 14 anos no circuito independente sob o seu nome verdadeiro, Kevin Steen, em companhias como Ring of Honor (ROH) e Pro Wrestling Guerrilla (PWG), Kevin Owens assinou pela WWE em agosto de 2014 e, depois de pouco mais de meio ano a brilhar no NXT, debutou no roster principal em maio de 2015.
 
Nascido a 7 de maio de 1984 em Saint-Jean-sur-Richelieu, na província canadiana do Québec, e descendente de franco-canadianos e irlandeses, Kevin Steen aprendeu inglês através das transmissões do Monday Night Raw e, apesar de ter praticado hóquei no gelo, futebol e basebol, começou a ponderar tornar-se wrestler profissional ainda em tenra idade.
 
Quando tinha 14 anos, recebeu autorização para começar a treinar na escola de Serge Jodoin, tendo debutado oficialmente nos ringues no dia do seu 16.º aniversário, 7 de maio de 2000.
 
Seguiram-se passagens por promotoras canadianas e norte-americanas, tendo conquistado os títulos mundiais da ROH e da PWG.
 
Desde que ingressou na WWE, já venceu o NXT Championship (uma vez), o Universal Championship (uma), Intercontinental Championship (duas) e o United States Championship (três).
 
Vale por isso a pena recordar os dez melhores combates de Kevin Owens na WWE, por ordem cronológica.
 
 
No episódio de 18 de maio de 2015 do Raw, o campeão do NXT, Kevin Owens, respondeu ao semanal United States Championship Open Challenge do campeão dos Estados Unidos, John Cena. No entanto, em vez de defrontar Cena, Owens atacou-o e disse que ambos haveriam de lutar nas condições definidas por si.
Ainda na mesma noite, Owens anunciou que o combate entre os dois teria lugar no Elimination Chamber, sem títulos em jogo.
 
 
 
Entretanto, foi marcada uma desforra para o Money in the Bank.
 
 
 
WWE United States Championship:
Ainda assim, Owens desafiou Cena para um combate pelo WWE United States Championship no Battleground durante o episódio de 15 de junho do Raw. Entretanto, no evento The Beast in the East, Owens perdeu o NXT Championship para Finn Bálor.
 
 
 
NXT TakeOver: Brooklyn (22 de agosto de 2015)
Ladder match pelo NXT Championship:
Finn Bálor (c) vs. Kevin Owens
No episódio de 25 de março do NXT, Owens reteve o título diante de Bálor, aproveitando-se de uma lesão na perna do irlandês.
No evento The Beast in the East, a 4 de julho, Bálor apresentou-se como “The Demon” e derrotou Kevin Owens para se tornar campeão do NXT.
Entretanto, foi anunciado durante o San Diego Comic-Com, a 9 de julho, que Bálor iria defender o NXT Championship diante Kevin Owens no NXT TakeOver: Brooklyn. No episódio de 5 de agosto do NXT, Owens pediu para que o combate entre ambos fosse um Ladder match, receando que o General Manager do NXT, William Regal, lhe custasse o título numa situação parecida ao Montreal Screwjob.
 
 
 
Last Man Standing match pelo WWE Intercontinental Championship:
Dean Ambrose (c) vs. Kevin Owens
Na noite seguinte, Owens interferiu num combate entre Ambrose e Ziggler e atacou ambos, o que levou a um combate ameaça tripla pelo título no SuperSmackDown de 22 de dezembro, que Ambrose acabou por vencer.
Seguiu-se um title match entre Ambrose e Owens no SmackDown de 7 de janeiro, que terminou em double count-out. Na semana seguinte, Ambrose desafiou Owens para um Last Man Standing match pelo título no Royal Rumble e obteve resposta positiva.
 
 
 
The Miz (c) vs. Cesaro vs. Kevin Owens vs. Sami Zayn
No Raw da noite seguinte, The Miz conquistou o cinturão depois de a sua mulher, Maryse, ter distraído Ryder.
Na semana que se seguiu, Owens interrompeu Shane McMahon e exigiu uma oportunidade pelo título, mas em vez disso Shane marcou um combate entre Owens e Cesaro para apurar o candidato principal, no qual Cesaro venceu.
No Raw da noite seguinte, Owens e Cesaro voltaram a defrontar-se num combate para determinar o novo candidato principal, mas o duelo acabou em No Contest depois de The Miz, que estava na mesa de comentários, ter atacado Cesaro. Entretanto Zayn apareceu em cena e seguiu-se mais uma briga entre os quatro, que terminou com Zayn a segurar o cinturão.
Três dias depois, no episódio de 5 de maio do SmackDownThe Miz defrontou Sami Zayn e foi derrotado após interferência de Kevin Owens. Depois Cesaro juntou-se à festa e, após nova briga entre os quatro, levantou o cinturão.
Posto isto, no Raw de 9 de maio Shane e Stephanie McMahon agendaram um triple threat match para o Extreme Rules entre OwensMiz e Cesaro. Porém, Zayn exigiu ser incluído no combate e, após ter batido The Miz mais uma vez, foi adicionado, tornando a contenda num fatal four way match.
 
 
 
Sami Zayn vs. Kevin Owens
Antigos companheiros de tag team, mas também rivais na Pro Wrestling Guerrilla e Ring of Honor, Sami Zayn (conhecido no circuito independente como El Generico) e Kevin Owens mantiveram a relação amor/ódio na WWE.
Em dezembro de 2014, no NXT Takeover: R Evolution, Sami Zayn conquistou o NXT Championship a Neville. Depois do combate, Kevin Owens apareceu para congratular o amigo, mas depois acabou por ataca-lo.
No episódio de 7 de março de 2016 do Raw, Zayn estreou-se no roster principal e protagonizou uma rixa com Owens.
Semanas mais tarde, na WrestleMania 32, Zayn custou a Owens a perda do Intercontinental Championship num Ladder match que acabou por ser vencido por Zack Ryder. No Raw da noite seguinte, Owens atacou Zayn, deixando-o incapacitado para participar num Fatal four-way match para determinar o candidato principal ao WWE World Heavyweight Championship.
No episódio de 20 de junho do Raw, Zayn derrotou Owens e desafiou-o uma semana mais tarde para um novo combate, desta feita no pay-per-view Battleground.
 
 
 
No Disqualification match pelo WWE Universal Championship:
(Chris Jericho suspenso em cima do ringue no interior de uma jaula)
No Roadblock: End of the Line, em dezembro de 2016, Kevin Owens reteve o título universal diante de Roman Reigns, então campeão dos Estados Unidos, após Chris Jericho atacar Owens com um Codebreaker e causar-lhe a desqualificação. Depois do combate, Jericho, derrotado por Rollins nessa noite, revelou que esse ataque fazia parte de uma estratégia para Owens ganhar e reter o cinturão. Em retaliação, Reigns e Rollins aplicaram Double Powerbombs em Jericho e Owens nas mesas dos comentadores.
Na edição da noite seguinte do Monday Night Raw, OwensJericho celebraram a vitória de Owens, mas o General Manager Mick Foley apareceu e anunciou que Roman Reigns teria uma nova oportunidade pelo Universal Championship no Royal Rumble, com Jericho suspenso acima do ringue no interior de uma jaula.
Duas semanas depois, Reigns defendeu o título dos Estados Unidos num handicap match diante de Kevin OwensChris Jericho, com este último a derrotar Reigns e a conquistar o cinturão. Y2J teve a primeira defesa de título no Raw antes do Royal Rumble e acabou desqualificado ante Reigns, depois de Owens ter interferido. OwensJericho tentaram colocar Reigns numa jaula, mas Reigns ripostou e fechou Owens na jaula e elevou-a acima do ringue, aplicando depois um Superman Punch e um Spear em Jericho.
 
 
 
Tables, Ladders and Chairs match pelo WWE Universal Championship:
Desde que regressou aos ringues e conquistou o WWE Universal Championship no Payback 2020Roman Reigns começou a autoproclamar-se como “Tribal Chief” e “Head of The Table” da família Anoa’i.
Entretanto, Jey Uso juntou-se ao primo Roman Reigns após este derrota-lo no Hell in a Cell. Nos meses que se seguiram, Jey e Kevin Owens tiveram desavenças enquanto membros da Team SmackDown no Survivor Seriesnum combate em que a Team Raw acabou por levar a melhor.
No episódio do SmackDown a seguir ao Survivor SeriesReigns criticou Jey Uso pela derrota e afirmou que os outros membros da Team Smackdown não respeitavam Reigns nem a sua família. Nessa mesma noite, um enfurecido Jey Uso desqualificou-se intencionalmente num combate frente a Kevin Owens ao atacar o adversário com uma cadeira. Porém, Owens retaliou, executou vários Stunners em Jey e depois chamou Reigns.
Na semana seguinte, Kevin Owens desafiou Reigns para um Tables, Ladders and Chairs match pelo WWE Universal Championship no pay-per-view TLC e o campeão aceitou.
 
 
 

Monday Night Raw (25 de outubro de 2021)
Ladder match para determinar o candidato principal ao WWE Championship:
Seth Rollins vs. Finn Bálor vs. Kevin Owens vs. Rey Mysterio
No início do episódio do Raw de 25 de outubro de 2021, Seth Rollins interrompeu uma promo do campeão Big E para o desafiar para um combate pelo WWE Championship. Entretanto, Rey Mysterio, Finn Bálor e Kevin Owens também foram até ao ringue para reclamar uma oportunidade pelo título.
Posto isto, a figura de autoridade Sonya Deville apareceu no palco e anunciou que Rollins, Mysterio, Bálor e Owens se iriam defrontar nessa mesma noite num Fatal 4-Way Ladder Match para determinar o candidato principal ao WWE Championship.
 


Sem comentários:

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.