Ultimas

Os 10 melhores combates de sempre do Backlash

Kurt Angle e Edge deram espetáculo em 2002
Implementado em 1999, ainda no tempo da World Wrestling Federation (WWF), o Backlash tem sido durante vários anos o pay-per-view seguinte à WrestleMania, acabando por acolher muitas vezes desforras dos combates que aconteceram no maior evento do ano. Essa lógica terá continuidade em 2021, conforme indica o nome dado a esta edição: WrestleMania Backlash.
 
Habitualmente realizado no final de abril, o PPV foi três vezes exclusivo do Raw (2004 a 2006) e duas do SmackDown (2016 e 2017). E entre 2010 e 2015 esteve inativo.
 
Vale por isso a pena conferir a nossa lista de dez melhores combates da história do Backlash, por ordem cronológica.
 
 
No Holds Barred match pelo WWF Championship (Shane McMahon como árbitro convidado):
Stone Cold Steve Austin (c) vs. The Rock
Tudo começou no ano anterior, quando Steve Austin se sagrou campeão da WWE na Wrestlemania XIV, algo que desagradou ao dono da companhia, Vince McMahon, que não queria ter um rebelde e amante de cerveja como principal figura da companhia. Assim sendo, McMahon começou a fazer do reinado e da vida de Austin um autêntico inferno.
Entretanto, o WWF Championship ficou vago em setembro, após The Undertaker e Kane terem feito o assentamento em Austin ao mesmo tempo durante um handicap match no Breakdown: In Your House. No mês seguinte, Austin arbitrou um combate entre Kane e Undertaker para determinar o novo campeão, mas acabou por atacar ambos, fazendo com que o duelo terminasse em no contest.
No Survivor Series, The Rock venceu um torneio para determinar o novo campeão após a família McMahon ter tramado Austin na semifinal e Mankind na final.
No entanto, o Royal Rumble 1999 estava já no horizonte e a família McMahon fez de tudo para que Austin não saísse vencedor. Primeiro, colocou-o num Buried Alive match frente a The Undertaker em que estava em jogo a presença no Royal Rumble match, mas Stone Cold saiu vencedor.
No Royal Rumble, Austin entrou em primeiro lugar e foi divulgado que quem o eliminasse receberia uma recompensa de 100 mil dólares, mas Stone Cold sobreviveu quase todo o combate até ser eliminado por Vince McMahon no final.
No Raw is War da noite seguinte, McMahon entregou a recompensa a The Rock, que o ajudou a eliminar Austin, e anunciou que não ia fazer uso da oportunidade que tinha ganho para lutar pelo título na WrestleMania XV. McMahon planeava escolher o adversário de The Rock para o grande evento, mas foi interrompido pelo comissário Shawn Michaels, que o informou que as regras da WWF dizem que, caso o vencedor do Royal Rumble abdicasse dessa oportunidade, a title shot seria oferecida ao segundo classificado, que neste caso foi Steve Austin.
Assim sendo, Austin usou esse erro de McMahon para o defrontar em ringue, num combate em que a oportunidade pelo WWF Championship estava em jogo num Steel Cage match. Apesar de interferência de Big Show, Austin alcançou mesmo a vitória.
Na WrestleMania XV, Austin bateu The Rock para conquistar o título, mas nas semanas que se seguiram ambos protagonizaram momentos marcantes, com The Rock a atirar Austin e o cinturão de uma ponte em Detroit para o rio. Na semana seguinte, em jeito de gozo The Rock organizou um funeral para Austin, mas este utilizou um monster truck para esmagar a limousine e o carro funerário de The Rock.
Durante o Sunday Night Heat antes do Backlash, Shane McMahon anunciou que o combate entre Austin e The Rock não teria desqualificações e anunciou que ele próprio seria o árbitro.
 
 
 
WWF Light Heavyweight Championship:
Dean Malenko (c) vs. Scotty 2 Hotty
Na edição de 13 de março do Raw is War, Dean Malenko bateu Essa Rios para conquistar pela primeira vez o WWF Light Heavyweight Championship.
Entretanto, Malenko, que fazia parte dos The Radicalz, entrou em conflito com Scotty 2 Hotty, que pertencia à fação rival Too Cool e que se tornou no novo candidato principal ao Light Heavyweight Championship.
Scotty conquistou o título no episódio de 17 de abril do Raw is War, mas Malenko reconquistou-o no episódio de dia 27 do SmackDown!. O tira-teimas entre ambos foi agendado para dia 30, no Backlash.
 
 
 
Kurt Angle vs. Edge
No Monday Night Raw de 18 de março, o primeiro após a WrestleMania X8, a equipa de Edge e Kane venceu a de Angle e Booker T após um assentamento do canadiano no campeão olímpico.
Frustrado por ter sofrido o assentamento, Angle comentou um combate entre Booker T e Edge no SmackDown! de três dias depois e acabou por interferir no duelo, custando a derrota a Edge, naquele que foi apenas o primeiro de vários ataques entre ambos.
No Raw seguinte, Edge custou a derrota a Kurt Angle num combate pelo título intercontinental frente a Rob Van Dam, numa noite em que ambos ficaram a saber que iam integrar o roster do SmackDown!.
No episódio de 4 de abril do Smackdown!, Edge e Angle defrontaram-se finalmente, mas o combate terminou na desqualificação de Angle, que atacou Edge com uma cadeira. Na semana seguinte, Edge desafiou Kurt Angle para um combate no Backlash.
 
 
 

Randy Orton (c) vs. Cactus Jack
Tudo começou quase um ano antes, quando Mick Foley foi homenageado no Monday Night Raw de 23 de junho de 2003. Após a cerimónia, Randy Orton e Ric Flair atacaram-no no backstage e atiraram-no escadas abaixo.
Seis meses depois, no episódio de 15 de dezembro do Raw, Foley regressou à televisão para substituir Steve Austin como co-general manager e deu a ele próprio uma oportunidade pelo título intercontinental na posse de Orton. No entanto, Foley abandonou o combate e não chegou a enfrentar o Legend Killer depois de este lhe ter cuspido na cara.
No mês seguinte, Foley entrou no Royal Rumble match e eliminou Orton antes de se autoeliminar.
A rivalidade entre os dois continuou e, no episódio de 1 de março do Raw, The Rock juntou-se a Mick Foley para regressar os Rock 'n' Sock Connection e desafiar Orton e outros dois membros dos Evolution, Batista e Ric Flair, para um combate handicap na WrestleMania XX.
No maior evento do ano, os Evolution venceram após Orton ter aplicado um RKO e consequente assentamento em Foley. No entanto, duas semanas depois Foley desafiou Orton para um Hardcore match pelo título intercontinental no Backlash e fez voltar o seu alter-ego mais violento, Cactus Jack.
 
 
 
World Heavyweight Championship:
Chris Benoit (c) vs. Shawn Michaels vs. Triple H
Na WrestleMania XX, Chris Benoit sagrou-se campeão mundial ao derrotar o então campeão Triple HShawn Michaels num combate ameaça tripla ao fazer o The Game desistir através de um Crippler Crossface.
No episódio de 15 de março do Raw, Benoit e Shawn Michaels venceram os Evolution (Randy Orton, Ric Flair e Batista) num handicap match, tendo o novo campeão mundial forçado Batista a desistir através de um Sharpshooter.
Na semana seguinte, Triple H foi draftado para a SmackDown, o que levou o General Manager do Raw, Eric Bischoff, a anunciar que Chris Benoit iria defender o World Heavyweight Championship frente a Shawn Michaels no Backlash.
Contudo, três dias depois o General Manager do SmackDown, Kurt Angle, anunciou que Triple H foi devolvido ao Raw por troca com os The Dudley Boyz e Booker T.
Assim sendo, no episódio de 29 de março do Raw, Eric Bischoff adicionou Triple H ao combate pelo título no Backlash, tornando-o num triple threat match, ou seja, uma reedição do main-event da WrestleMania XX.
 
 
 
John Cena (c) vs. Edge vs. Triple H
No Royal Rumble 2006, John Cena reconquistou o WWE Championship com uma vitória sobre Edge. Paralelamente, Triple H falhou o objetivo de vencer o Royal Rumble match, mas acabou por ganhar um torneio que decorreu no Monday Night Raw, ao bater Big Show e Rob Van Dam na final, para se tornar no candidato principal ao título na WrestleMania 22.
No maior evento do ano, Cena derrotou Triple H via STFU, o que levou Edge, que tinha acabado de vencer Mick Foley de forma impressionante no pay-per-view, a reclamar uma oportunidade.
Os três tiveram então uma série de handicap matches que levou a que ambos se defrontassem num triple threat match no Backlash, uma vez que Triple H venceu Cena após um Pedigree, Cena forçou Edge a desistir com o STFU e Edge bateu Triple H depois de um Spear.
 
 
 
John Cena (c) vs. Edge vs. Randy Orton vs. Shawn Michaels
No Royal Rumble 2007, Shawn Michaels foi um dos dois participantes finais do Royal Rumble match, mas acabou eliminado por The Undertaker.
No entanto, Michaels conseguiu uma oportunidade pelo WWE Championship na WrestleMania 23 depois de vencer Randy Orton e Edge num triple threat match. Porém, HBK foi derrotado no maior evento do ano por John Cena, que o fez desistir com um STFU.
No episódio de 9 de abril do Monday Night Raw, Shawn Michaels e Randy Orton defrontaram-se num combate para determinar o novo candidato principal ao título, mas o duelo terminou em no contest devido a double pinfall. Nessa mesma noite, Edge argumentou que deveria ser considerado no novo candidato principal, o que levou o General Manager honorário Michael Pena, da Make-a-Wish Foundation, a anunciar um fatal four-way match para o Backlash.
 
 
 
Last Man Standing match pelo World Heavyweight Championship:
John Cena (c) vs. Edge
Em fevereiro de 2009, no pay-per view No Way Out, Edge perdeu o seu WWE Championship no combate inaugural, então decidiu atacar Kofi Kingston, que devia competir num Elimination Chamber match pelo World Heavyweight Championship de John Cena, e não só ocupou o lugar do ganês como conquistou o título ao eliminar Rey Mysterio em último.
Semanas depois, a General Manager do Smackdown, Vickie Guerrero, anunciou que o marido Edge iria defender o cinturão frente a Big Show na WrestleMania XXV. Porém, quando ambos os lutadores se preparavam para assinar o contrato do combate, John Cena surgiu e sussurrou ao ouvido que o duelo deveria ser cancelado.
Na semana seguinte, no Raw, Vickie anunciou para surpresa de Edge e Big Show que Cena seria adicionado ao combate e mais tarde foi revelado que a adição de Cena estava relacionada numa chantagem a Vickie com imagens dela a trair Edge com Big Show.
Na Wrestlemania XXV, Cena reconquistou o título e, no Raw do dia seguinte, Vickie Guerrero anunciou que o novo campeão iria defender o seu World Heavyweight Championship frente a Edge num Last Man Standing match no Backlash.
 
 
 
Dean Ambrose (c) vs. AJ Styles
No SummerSlam, Dean Ambrose reteve o título frente a Dolph Ziggler, enquanto AJ Styles bateu John Cena.
No episódio seguinte do SmackDown, Styles autoproclamou-se candidato principal ao WWE World Championship no Backlash, o que motivou Ziggler a exigir mais uma oportunidade pelo título. Tudo isto levou a um combate entre Styles e Ziggler em que, se Ziggler vencesse, tornaria o combate pelo título num triple threat match. Contudo, Styles venceu.
Na semana que se seguiu, Styles interferiu num combate entre Ambrose e Baron Corbin, atacando o campeão. Uma semana depois, Ambrose e Styles confrontaram-se, com o Phenomenal One a atingir Ambrose com um golpe baixo.
 
 
 
Seth Rollins (c) vs. The Miz
Na WrestleMania 34, Seth Rollins venceu The Miz e Finn Bálor num triple threat match para conquistar o WWE Intercontinental Championship, que pertencia a The Miz.
No Monday Night Raw da noite seguinte, The Miz ativou a sua cláusula de desforra para o Backlash.
Até ao pay-per-view, The Miz foi transferido para o SmackDown e Rollins reteve o título frente a Miz, Bálor e Samoa Joe num fatal four-way ladder match que teve lugar no Greatest Royal Rumble.
 




3 comentários:

  1. Poxa logo esse ano que tava fácil pra apostar n vai ter kkk

    ResponderEliminar
  2. Vitor, por motivos pessoais não conseguimos colocar as apostas (bem como publicar os resultados das apostas anteriores) mas iremos resolver a situação e acertar tudo para que no próximo PPV resulte tudo.
    Pedimos a vossa compreensão.

    ResponderEliminar

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.