Ultimas

PPV Review - Impact Wrestling Bound For Glory 2020


Data: 24 de outubro de 2020

Arena: Skyway Studios

Localidade: Nashville, Tennessee


Six-way Intergender Scramble match pelo Impact X Division Championship:

Rohit Raju (c) vs. Chris Bey vs. Jordynne Grace vs. TJP vs. Trey Miguel vs. Willie Mack

Combate caótico, no qual todos tiveram oportunidade de brilhar. No meio do caos, o campeão teve a felicidade de estar no sítio certo à hora certa para fazer o assentamento vitorioso.

Vencedor: Rohit Raju

Nota: 6/10

 

 

Call Your Shot gauntlet match:

(Vencedor escolhe uma oportunidade por um título à sua escolha; Se Heath ou Rhino vencerem, Heath ganha um contrato com o Impact Wrestling, mas se nenhum ganhar, Rhino é despedido)

Acey Romero vs. Alisha Edwards vs. Brian Myers vs. Havok vs. Heath vs. Hernandez vs. Larry D vs. Rhino vs. Taya Valkyrie vs. Tenille Dashwood vs. Tommy Dreamer vs. Daivari vs. Crazzy Steve vs. Swoggle vs. Kiera Hogan vs. Fallah Bahh vs. James Storm vs. Adam Thornstone vs. Luster the Legend vs. Sami Callihan

Rhino e Daivari abriram as hostilidades.  Seguiram-se o poderoso Larry D, Crazzy Steve, Acey Romero, Tenille Dashwood, Havok, Brian Myers, Swoggle, Tommy Dreamer, Alisha Edwards, Kiera Hogan, Taya Valkyrie, Fallah Bahh, James Storm, Adam Thornstone, Luster the Legend, Heath, Sami Callihan e Hernandez,

Paralelamente, foram-se sucedendo algumas as eliminações. As senhoras foram rapidamente afastadas e para o fim ficaram James Storm, Heath, Rhino e Sami Callihan. Storm e Heath foram atirados por cima da corda superior, enquanto Rhino e Callihan disputaram a vitória.

Callihan esteve perto do triunfo após um Piledriver, mas foi Rhino que saiu vencedor, depois de um Gore.

Vencedor: Rhino

Nota: 5,5/10

 

 

EC3 vs. Moose

Uma produção cinematográfica ao estilo do que a WWE já apresentou nos primeiros pay-per-views que teve de realizar à porta fechada devido à pandemia. Tal como aí, recuso-me a comentar e a avaliar algo que não é um combate.

Vencedor: Moose

Nota: -

 

 

Eddie Edwards vs. Ken Shamrock

Combate não muito entretido, como já seria de esperar. Afinal, Ken Shamrock era um dos intervenientes e Eddie Edwards há muito que passou os seus anos de melhor forma. Shamrock acabou por vencer ao fazer Edwards desistir com um Ankle Lock.

Vencedor: Ken Shamrock

Nota: 4,5/10

 

 

Impact World Tag Team Championship:

The Motor City Machine Guns (Alex Shelley e Chris Sabin) (c) vs. The Good Brothers (Doc Gallows e Karl Anderson) vs. The North (Ethan Page e Josh Alexander) vs. Ace Austin e Madman Fulton

O combate que aguardava com maior expetativa. Afinal, os The Motor City Machine Guns e os Good Brothers são duas das melhores tag teams do business, a qualidade da divisão de tag team nunca foi propriamente um problema na TNA/Impact Wrestling - bem pelo contrário! – e o facto de participarem oito homens afetos a quatro equipas antecipava um cenário caótico.

Porém, ainda antes de a sineta soar Alex Shelley lesionou-se e deixou Chris Sabin sozinho e os fãs sem poderem apreciar o seu talento. Embora os Good Brothers tivessem estado perto do triunfo quando estiveram quase a aplicar o Magic Killer, acabaram por ser os The North a levar os títulos para casa, após terem atingido Karl Anderson com um dos cinturões e avançado para o consequente assentamento.

Vencedores: The North (Ethan Page e Josh Alexander) (novos campeões)

Nota: 6,5/10

 

 

Impact Knockouts Championship:

Deonna Purrazzo (c) vs. Su Yung

Deonna Purrazzo tentou sempre dar tendência tecnicista ao combate, enquanto Su Yung procurou essencialmente magoar a adversária a todo o custo quando se encontrou numa situação vantajosa.

Ainda assim, não foi um combate entretido de se ver, tendo pautado pela monotonia. Kimber Lee interferiu a favor de Purrazzo numa altura em que o árbitro se encontrava caído, mas Su Yung conseguiu dar a volta ao texto e arrecadar a vitória e o título.

Vencedora: Su Yung (nova campeã)

Nota: 4/10

 

 

Impact World Championship:

Eric Young (c) vs. Rich Swann

Combate em que Eric Young dispôs de um longo período de domínio, conseguindo manter Rich Swann no tapete durante largos minutos. Essa toada fez mesmo o duelo cair na monotonia.

Após muito tempo a ser amassado, Rich Swann simplesmente ressuscitou para o combate, despejando alguns dos seus principais golpes, mas depois voltou a cair nas garras de Young, que o prendeu num Crossface.

Ainda assim, conseguiu novamente dar a volta ao texto, vencendo a contenda depois de um Phoenix Splash.

Vencedor: Rich Swann (novo campeão)

Nota: 5/10

1 comentário:

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.