Ultimas

WWE Wrestlemania 36 | Preview


Perante todas as circunstâncias do momento, a WWE apresentará a 36.ª edição da Wrestlemania e pela primeira vez na história deste evento, acontecerão duas noites de wrestling sem público envolvido.

Os grandes destaques de ambas as noites vão para a defesa do WWE Championship em que o campeão Brock Lesnar defenderá contra o vencedor do Royal Rumble 2020, Drew McIntyre e para a defesa do WWE Universal Championship, em que o campeão Goldberg defende contra Braun Strowman.

Para além disto teremos pela primeira vez, um “Boneyard Match” entre The Undertaker e AJ Styles e ainda um “Firefly Fun House Match” entre John Cena e “The Fiend” Bray Wyatt. Tudo isto e muito mais… Os combates confirmados para o evento são os seguintes:

CARD

WWE Championship
Brock Lesnar (c) vs. Drew McIntyre

WWE Universal Championship
Goldberg (c) vs. Braun Strowman

WWE Raw Women's Championship
Becky Lynch (c) vs. Shayna Baszler

WWE SmackDown Women's Championship
Fatal 5-Way Elimination Match
Bayley (c) vs. Lacey Evans vs. Naomi vs. Sasha Banks vs. Tamina

NXT Women's Championship
Rhea Ripley (c) vs. Charlotte Flair

WWE SmackDown Tag Team Championship
Triple Threat Ladder Match
The Miz and John Morrison (c) vs. The New Day (Big E and Kofi Kingston) (with Xavier Woods) vs. The Usos (Jey Uso and Jimmy Uso)

WWE Raw Tag Team Championship
The Street Profits (Angelo Dawkins and Montez Ford) (c) vs. Austin Theory and Angel Garza (with Zelina Vega)

WWE Intercontinental Championship
Sami Zayn (c) (with Cesaro and Shinsuke Nakamura) vs. Daniel Bryan (with Drew Gulak)

WWE Women's Tag Team Championship
The Kabuki Warriors (Asuka and Kairi Sane) (c) vs. Alexa Bliss and Nikki Cross

Firefly Fun House match
John Cena vs. "The Fiend" Bray Wyatt

Boneyard match
The Undertaker vs. AJ Styles

Last Man Standing match
Edge vs. Randy Orton

Singles match
Kevin Owens vs. Seth Rollins

Singles match
Aleister Black vs. Bobby Lashley (with Lana)

Singles match
Elias vs. King Corbin

Singles match
Otis vs. Dolph Ziggler (with Mandy Rose)





PREVIEW




Singles match
Otis vs. Dolph Ziggler (with Mandy Rose)

Fábio Santos – Se pensava que há uns belos meses atrás, a WWE estaria a pensar em colocar um dos elementos dos Heavy Machinery contra o Dolph Ziggler em plena Wrestlemania, eu diria que estavam malucos, mas vendo a história que ocorreu, é aceitável uma situação assim.

Depois das revelações chocantes deste passado Smackdown, as coisas para este combate vão ter um rumo interessante e creio que o Otis vai ter a sua vingança na Wrestlemania, ao derrotar Ziggler de alguma forma, com a ajuda da Mandy Rose.

A curiosidade com que fiquei foi mais em querer saber quem é que apareceu no vídeo do “The Truth Will Be Heard” e se calhar vai começar a aparecer mais vezes, só que em outras histórias, para levar a um regresso ou a uma estreia de alguém que não faço ideia.

De qualquer das formas, o combate está a ser preparado com meses de antecedência, com um lutador que se vai estrear na Wrestlemania e outro que já é um veterano quase. Para mim, Otis vence com ajuda de Mandy.

Vencedor: Otis

Jorge Vieira – Na minha opinião, é a história mais cativante que eu vi neste caminho para a WrestleMania. Otis é uma personagem altamente carismática e a história que foi contada desde novembro com a Mandy Rose tem sido muito engraçada e o envolvimento de Dolph Ziggler neste triângulo amoroso tem sido altamente reprovável, o que ajuda muito a contar esta história.

Quanto ao combate em si, prevejo um Otis com grande envolvimento emocional no combate, o que o levará a cometer alguns erros, permitindo a Dolph Ziggler ter o controlo do mesmo durante grande parte do combate. No final, Otis recuperará e deverá levar de vencido Ziggler, talvez com a ajuda de Mandy Rose. Ah, e o finisher dele será o “Caterpillar".

Vencedor: Otis



Singles match
Elias vs. King Corbin

José Pedro Barbosa – Tive um sonho hoje à noite. E vou ter outro quando Corbin fizer a sua entrada.

Não quero tecer mais comentários, só queria dizer que este foi o homem que acabou com a carreira do Kurt Angle. Fico muito feliz que essa vitória tenha servido para elevar um talento novo e com potencial… divirtam-se por mim

Vencedores: Santina Marella (NOVA CAMPEÃ)




Singles match
Aleister Black vs. Bobby Lashley (with Lana)

Diego Meira – Sendo sincero, se esta luta teve alguma estória a prepara-la, eu não notei. Ainda mais, nem sequer acho que deveria ter acontecido, visto que Bobby Lashley, até poucos dias atrás, era um paciente afetado pelo coronavírus. Mas de todo modo, o combate que coloca ele frente ao holandês mais mal utilizado da empresa está aqui.

Muito provavelmente esta luta servirá para tentar dar algum brilho ao fraco ano de 2020 que Aleister Black anda tendo, então acredito que a vitória deverá recair para ele, até por ser o lutador que ainda se mantém em competição (mesmo que contra jobbers). Assim sendo, apostarei numa vitória de Black

Vencedor: Aleister Black




Singles match
Kevin Owens vs. Seth Rollins

Diego Meira – A mente de Seth Rollins tornou-se deturpada depois da “vergonha” que ele diz que o Raw passou frente ao NXT no Survivor Series do ano passado. Assumindo para si o posto de salvador da brand vermelha, ele montou uma stable com o passar dos meses e viu na figura de Kevin Owens seu maior inimigo, um rebelde contra sua causa “messiânica”.

A rivalidade fluía rapidamente com o tempo, e ambos entravam em rota de colisão praticamente toda segunda-feira, até mesmo quando nem estavam escalados para se enfrentar. E depois de tantos reveses e reviravoltas, chegamos ao que parece ser o ponto culminante da feud.

Infelizmente para Rollins, ele não conta mais com sua stable para servi-lo, devido ao afastamento de Buddy Murphy pela quarentena e uma lesão sofrida por Rezar, que fez Akam também ser removido da programação do Raw. Assim, Seth deverá usar de seu próprio poderio para vencer um obstinado Kevin Owens, que busca ao máximo acabar com os planos megalomaníacos do “Monday Night Messiah”.

No que toca à extensão da rivalidade, creio que já seja um bom momento para encerrá-la. Com Seth tendo que progredir sem seus seguidores, sua personagem atual acaba ficando sem sentido, já que em suas runs como vilão o mesmo sempre dependeu de outros para fazer seu trabalho sujo. De mesmo modo, Owens não precisa mais ficar atrelado apenas a esta feud, sendo um bom momento para coloca-lo no cenário de algum dos cinturões da brand vermelha.

Quanto a um vencedor, até por não contar mais com vantagem numérica, acredito que Rollins não terá grandes chances de vencer, até por Kevin estar precisando de vitórias para manter o ímpeto de seu personagem de rebelde. Assim, estarei apostando em vitória para Kevin Owens, e no encerramento desta rivalidade.

Vencedor: Kevin Owens

José Pedro Barbosa – No meio dos 56 combates que fazem parte do Card desta “Wrestlemania”, este dos poucos que teve o privilégio de ter uma build prolongada e com algum critério. Sim, a história não é a melhor do mundo, mas conseguimos vislumbrar razões para uma disputa, ao contrário de outros combates (“cough cough” Black vs Lashley “cough cough”).

Como tudo muda num curto espaço de tempo. Todos nós odiávamos Seth Rollins desde o célebre combate com o Fiend. “Eiiii, este gajo não vale nada como Babyface, que personagem estúpida, porque é que ele não vira heel”. Admito, nós, fãs de Wrestling, somos muito influenciáveis e queremos sempre algo novo. Contudo, aqui acho que tínhamos toda a razão.

No ring, Rollins é e sempre será um Babyface. É impossível não o ser com o seu Move-set. No entanto, como personagem, ele encaixa-se na perfeição na personagem de Messias, um líder que se julga superior a todos e que reflete aquilo que Seth Rollins é nas Redes Sociais.

Aqui entra Kevin Owens. Alguém que não tem o físico normal de um Wrestler, que lhe foi sempre dito que nunca seria nada neste universo e que propõe um adversário à altura para esta nova reencarnação de Seth. Todos sentimos saudades do Owens confiante e virado para os lados mais maliciosos, mas sejamos pacientes.

Bem dizei o Messias!

Vencedor: Seth Rollins



Last Man Standing match
Edge vs. Randy Orton

Alex Lucas – Antes de mais nada, dou os meus parabéns à WWE porque esta é, sem sombra de dúvidas, a história mais bem contada e a feud mais interessante da Wrestlemania deste ano. Desde o retorno do Edge que ninguém esperava (e que foi várias vezes desmentido) até ao ataque do Orton à Beth Phoenix, passando por um ataque brutal do próprio Orton ao Edge e outras coisas mais… enfim, temos muito por onde escolher.

Mas esta é a feud mais interessante sobretudo porque o Edge alia a esta história uma paixão genuína e muitas vezes inexplicável, que me faz prever um combate muito físico, intenso e brutal que só pode ter o “Rated-R Superstar” como vencedor. Afinal, o homem não ia um regressar quando ninguém estivesse à espera para depois sair com uma derrota da Wrestlemania… Ou será que ia?

Vencedor: Edge

Pyromaniac – Este combate prova que é possível construir uma blood feud de forma interessante e consistente. Neste momento, todos odiamos Orton e esperamos que o Rated R Superstar lhe dê uma carga de pancada. O facto de ser um Last Man Standing Match deixa a possibilidade de utilizar várias armas, o que leva a que o combate possa ser bastante violento e sangrento.

O combate começa ainda antes do árbitro mandar tocar a campainha, já que Edge vem do backstage directo para o ringue só com o seu gear. Assim que entra no ringue aplica dois Spears a Orton, levando a que ele se levante apenas ao 5, já depois do árbitro ter oficializado o início do combate. Orton levanta-se e tenta escapar a Edge que está cego de raiva. Orton aplica um pontapé no entre pernas de Edge que fica assim, momentaneamente no chão, ganhando assim algum tempo para ir buscar duas cadeiras e uma espada de bambu (aka Kendo Stick) e um escadote que coloca entre a borda do ringue e as barreiras de segurança.

De seguida, Orton utiliza a espada, mas Edge bloqueia, e aproveita-se da mesma para castigar o seu rival com várias pancadas. Os dois continuam a batalhar e ganhar vantagem e a perdê-la durante vários minutos, até que Orton consegue aplicar um RKO bastante violento já que é da borda do ringue para o chão, mas partindo o escadote que já estava montado. Edge fica sem se mexer e até o árbitro fica preocupado com Edge devido ao seu historial de lesões no pescoço. De seguida, Orton vai buscar as duas cadeiras e prepara-se para aplicar o Conchairto, até que do nada se ouve uma voz. Essa voz é de Beth Phoenix, a mulher de Edge que implora a Randy para não o fazer. Orton pede a Beth para se calar (está no ecrã gigante) e diz-lhe que está a fazer aquilo para o bem de Edge.

Esta distração momentânea permite a Edge fazer um low blow em Orton e aí Edge pega nas cadeiras e aplica 3 conchairto’s a Orton. Randy consegue-se levantar ao 9, mas Edge aplica-lhe um spear com bastante força pelas barreiras de segurança levando a que Orton ficasse com a cabeça nas cadeiras que estão na plateia do PC. E desta vez Orton não se consegue levantar antes do 10, fazendo Edge ganhar este combate.

Vencedor: Edge



Boneyard match
The Undertaker vs. AJ Styles

Diego Meira – – Foi durante o Super Showdown que AJ Styles viu sua chance de ganhar algum novo prêmio na WWE se esvair. Ele usou seus colegas do OC para se livrar de Rey Mysterio e assim não ter mais oponentes na Gauntlet pelo Twaiq Trophy, mas não contava com a chegada de Undertaker, que não só se livrou de Luke Gallows e Karl Anderson, como tomou o lugar de Mysterio e venceu a competição.

AJ ficou bastante irritado com aquilo, e explodiu em fúria após o “Deadman” salvar Aleister Black no combate que tiveram no Elimination Chamber, que lhe rendeu nova derrota. Tal fato fez o “Phenomenal One” desafiar Undertaker para um combate na Wrestlemania, tornando tudo extremamente pessoal ao dizer que era a esposa de Undertaker, Michelle McCool que fazia a lenda voltar a lutar mesmo sem ter condições para tal, e que ela seria responsável pelo fim dele. Nas semanas seguintes, Styles definiu o que seria o combate, ao qual chamou de Boneyard Match. Supostamente tomando lugar em um cemitério, a luta servirá para que ele acabe de uma vez por todas com Undertaker e prove que a era do “Demon of Death Valley” já estava acabada há muito tempo.

Acredito que sou um dos poucos que ainda se sente feliz em ver Undertaker voltar a lutar numa WM. Obviamente que com o passar dos anos sua capacidade de combate diminuiu, mas ele ainda consegue fazer prestações consistentes caso receba o oponente correto, com reports dizendo que foi o próprio Taker que escolheu Styles para enfrenta-lo.

Além disso, como esta vai ser uma gimmick match completamente não-ortodoxa, não haverá nenhum problema no que toca a esconder limitações de Undertaker ou controlar o ritmo da luta, cabendo apenas à roteirização do mesmo assegurar a qualidade do confronto.

Apesar de esta parecer ser a última luta do “Deadman”, e que possa realmente ser a pá de cal na sua carreira, acredito que alguma surpresa irá acontecer e o lendário lutador sairá triunfante desta contenda. Quanto a AJ, esperemos que ele não acabe literalmente enterrado em algum lugar.

Vencedor: The Undertaker




Firefly Fun House match
John Cena vs. "The Fiend" Bray Wyatt

Pyromaniac – Sem ser o combate pelo WWE Championship, este é o combate pelo qual tenho maior espectativa, não só por pegar numa história que começou há 6 anos, como coloca o Fiend a ser relevante e a ter alguém como adversário que saiba contar uma boa história.

Neste combate espero que haja várias maroscas e que haja um throwback à história de há 6 anos e que envolva as vozes das crianças a dizer que Cena “got the whole world in his hands”. Espero que os bonecos da Firefly Fun House interfiram e que haja uma mistura de Bray e Fiend, ou seja, que ambas as personagens apareçam ao mesmo tempo e que, Cena fique tão baralhado que acaba por gastar as forças todas em vão a lutar contra tudo aquilo que Bray consiga fazer existir no local do combate.

Gostava que aparecessem versões do Cena antigas, como o Dr. Of Thuganomics, Rookie Cena ou mesmo o Prototype, fazendo Cena revisitar antigas personagens e ficar confuso com qual seria o objectivo de Bray. O objectivo seria mesmo confundir e mostrar a Cena que as suas antigas personagens foram todas absorvidas pelo ódio que o Fiend tem ao 16x World Champion na WWE. O Fiend depois aparece do nada e aplica um Mandible Claw fazendo Cena perder a consciência, fazendo do Fiend o vencedor. No fim, o Fiend desaparece e leva o “corpo” de Cena.

Vencedor: "The Fiend" Bray Wyatt

Fábio Santos – Depois de Bray ter perdido o WWE Universal Championship no Super Showdown para o Goldberg, acho que seria burrice da WWE senão dessem algo de destaque ao Bray Wyatt e eis que entra John Cena nisto tudo.

Há 6 anos atrás, Bray liderava a Wyatt Family e estava num dos pontos altos da sua carreira e quando enfrentou John Cena, muitos consideraram que iria acabar por ser enterrado e que Bray nunca mais ia ser o mesmo.

Acabou por não ser isso, pois a rivalidade iria continuar essa Wrestlemania e a personagem do Wyatt durante estes últimos anos foi renovada… aliás, o Wyatt nestes últimos anos, chegou a eliminar o John Cena do Elimination Chamber para no final capturar o WWE Championship.

Sendo que é um combate teoricamente da especialidade do Bray Wyatt e nem sabemos o que esperar, acredito que o Fiend vai conseguir a vitória num momento único e especial desta Wrestlemania sem público.

Vencedor: "The Fiend" Bray Wyatt



WWE Women's Tag Team Championship
The Kabuki Warriors (Asuka and Kairi Sane) (c) vs. Alexa Bliss and Nikki Cross

McPhiliip – As Kabuki Warriors tinham tudo para ser uma equipa de sucesso: o appeal estrangeiro, habilidade no ringue e um título. Mas sendo a WWE, não houve espaço para elas se mostrarem e caíram no esquecimento, sendo esta uma das poucas vezes que o título é defendido.

Havendo mais exposição por parte das adversárias, creio que a Little Miss Bliss e a sua amiga irão capturar o título.

Vencedoras: Alexa Bliss and Nikki Cross (NOVAS CAMPEÃS)




WWE Intercontinental Championship
Sami Zayn (c) (with Cesaro and Shinsuke Nakamura) vs. Daniel Bryan (with Drew Gulak)

Fábio Santos – Apesar da forma como Sami Zayn ganhou o título, ao menos já tem um título no seu currículo e já o merecia há que tempos, mas na Wrestlemania vai ter um belo desafio pela frente chamado Daniel Bryan.

Isto em qualquer lado do mundo é um verdadeiro combate de sonho e espero que seja isso que vá acontecer, independentemente de não haver público. Agora como é que a WWE vai lidar com este e com outros combates, ainda não sabemos ao certo.

Na minha perspetiva, o Zayn vai reter o título de uma forma suja visto que a personagem dele é “intocável” e, portanto, para o credibilizar, tem de usar o Nakamura e o Cesaro para que consiga derrotar Bryan.

Mas que façam isto só no final do combate, porque o Zayn para ter esta personagem de que ninguém o consegue tocar, têm de lhe dar espaço para mostrar as suas habilidades no ringue, que acho que ninguém duvida que ele as tem.

Vencedor: Sami Zayn (AINDA CAMPEÃO)

Jorge Vieira– Espero um combate altamente técnico, com Sami Zayn a usar das suas táticas mais obscuras para tentar ganhar vantagem sobre Bryan, que é sem dúvida o favorito. Nakamura e Cesaro vão estar no ringside, mas prevejo que sejam expulsos no decorrer do combate, tal como Drew Gulak. No fim, depois de uma duração de cerca de 20 minutos, prevejo que Daniel Bryan saia vencedor e reconquiste o título que nunca perdeu.
Vencedor: AND NEEEEEEW… Daniel Bryan (NOVO CAMPEÃO)



WWE Raw Tag Team Championship
The Street Profits (Angelo Dawkins and Montez Ford) (c) vs. Austin Theory and Angel Garza (with Zelina Vega)

Jorge Vieira – Não entendo o porquê deste combate, quando a luta ideal seria Street Profits vs Rezar/Murphy ou Street Profits vs Viking Raiders, mas adiante. A historia é so que Zelina Vega é uma grande mulher de negócios e, além de impedir que Andrade defendesse o seu título dos EUA na WrestleMania, ainda arranjou ao seu outro cliente um combate pelo título de Tag-team, unindo-o com mais uma jovem promessa, na pessoa de Austin Theory.

Quanto ao combate em si, prevejo imensas manobras aéreas. E mais manobras aéreas. E ainda mais manobras aéreas. E Angel Garza a tirar as calças a meio do combate. E no fim, Garza e Theory saem com os títulos.

Vencedores:AND NEEEEEEEEEW ... Austin Theory and Angel Garza (with Zelina Vega) (NOVOS CAMPEÕES)

José Pedro Barbosa – Este combate é uma amostra das razões pelas quais a “Wrestlemania” devia ter sido adiada… Acho que todos sabemos que o combate original seria um Fatal 4-Way pelo título dos Estados Unidos: Andrade vs Rey Mysterio vs Humberto Carrillo vs Angel Garza. Uma excelente ideia e com alguma história por trás.

Ora bem, Rey Mysterio está de quarentena, então vamos juntar o Andrade e o Garza para lutarem pelos títulos e criar mais fricção entre os dois. Nisto o Andrade tem uma lesão e não pode competir. Mas, meus amigos, isto é, Tio Vince! “Eiiii, Triple, tens aí algum gajo musculado que possua um nome principiado pela letra A?” – “Sim Papá, tenho a Teoria do Austin pronta para ti”. E então temos este combate completamente aleatório a acontecer do nada só porque temos de ter uma “Wrestlemania” nestas condições e com 68 combates e um extra.

Tenho pena dos Street Profits, mereciam muito mais.

Vencedores: The Street Profits (Angelo Dawkins and Montez Ford) (AINDA CAMPEÕES)



WWE SmackDown Tag Team Championship
Triple Threat Ladder Match
The Miz and John Morrison (c) vs. The New Day (Big E and Kofi Kingston) (with Xavier Woods) vs. The Usos (Jey Uso and Jimmy Uso)

McPhillip – Num combate que mistura os Usos, Miz, Morrison, os New Day, e escadas, promete trazer entretenimento ao degrau mais alto (pun intended).

Embora haja sempre a imprevisibilidade, creio que não haverá mudança de campeão.

Vencedores: The Miz and John Morrison (AINDA CAMPEÕES)




NXT Women's Championship
Rhea Ripley (c) vs. Charlotte Flair

Alex Lucas – Confesso que parte de mim está em pulgas para este combate e outra parte de mim nem o quer ver, porque tal como foi inesperada a vitória da Charlotte Flair no Women’s Royal Rumble (uma vitória que serviu para que o Vince se ficasse a rir dos fãs que esperavam a vitória da Shayna Baszler, myself included), tenho medo que seja inesperada a vitória da Charlotte Flair neste fim-de-semana.

Mas acredito que a vitória da Rhea, a acontecer, será uma justa recompensa não só pelo excelente trabalho e pela excelente progressão que ela tem feito ao longo da carreira, mas também pelo desenvolvimento do próprio NXT, que já há muito deixou de ser uma simples “brand de desenvolvimento” e tem segurado as pontas da WWE perante um RAW e um SmackDown que estão nas ruas da amargura (e com a pandemia do Coronavírus, pior ainda).

De qualquer das formas, foi uma jogada de mestre da WWE, que depois de ter elevado a Charlotte ao Olimpo do Wrestling, pode agora descansar, fazer a vontade aos fãs e deixar a Rhea Ripley over. Pena que não haja público para gritar de alegria quando isso acontecer, e para espumar de raiva perante a possibilidade (igualmente grande) da australiana sair vergada da Wrestlemania.

Vencedora: Rhea Ripley (AINDA CAMPEÃ)

Fábio Santos – Eu que não dava mesmo nada pela jovem Rhea e nestes últimos meses, só me tem provado o contrário e que merece a posição em que está…

Mais uma vez as mulheres a fazerem história na Wrestlemania, sendo que um NXT Championship será defendido pela primeira vez na história deste evento e será pelas mulheres e não pelos homens.

Este último parágrafo foi só um facto, porque dou os parabéns à WWE por inovar um bocado com esta decisão, pois quando a Charlotte Flair venceu a Rumble deste ano, olhei para as campeãs do Raw e Smackdown e só pensava que iria ser mais do mesmo.

Até que… Rhea aparece e temos uma nova rivalidade entre NXT e WWE a culminar na Wrestlemania, que no meu ver vai culminar com a Charlotte a perder a oportunidade de capturar mais uma vez o NXT Women’s Championship.

Sem público obviamente não é a mesma coisa, mas acredito que as duas tentarão ao máximo dar um bom combate e quando tudo isto do Covid-19 terminar, espero mesmo que a WWE volte a tentar fazer uma Wrestlemania com estes combates.

Vencedora: Rhea Ripley (AINDA CAMPEÃ)



WWE SmackDown Women's Championship
Fatal 5-Way Elimination Match
Bayley (c) vs. Lacey Evans vs. Naomi vs. Sasha Banks vs. Tamina

McPhillip – Este combate será interessante, pois haverá oportunidades das lutadoras menos rodadas de se mostrarem.

Espero um grande desempenho de Lacey e de Naomi, uma prestação que não cause lesões, por parte de Tamina e um grande babyface turn de Sasha Banks, mas ainda assim acho que não haverá troca de campeã.

Vencedora: Bayley (AINDA CAMPEÃ)

Fábio Santos – Falta aqui a Carmella nesta história, mas já sabemos que ela não poderá participar porque tanto ela como o namorado (Corey Graves) ficaram em casa devido a esta história do Covid-19, mas este combate coloca o reinado histórico de Bayley em jogo.

Este regresso da Tamina apareceu assim um bocado do nada tal como o da Naomi e apesar das duas estarem a ter algum destaque, a rivalidade principal vai ser a amizade da Bayley e da Sasha a ser posta em jogo.

Elas podem continuar amigas até hoje, mas a realidade é que após a Wrestlemania, uma delas vai virar contra a outra de certeza e com os rumores que têm surgido, Bayley será aquela que fará isso, retendo agora o título na Wrestlemania.

Como é que farão para a Bayley reter? Na minha opinião, bastava a Sasha estar a ter o seu momento e quando está a um passo de conquistar o título de novo, a Bayley ataca por trás e faz o “pinfall” sobre a mulher que Sasha estava a atacar.

Vencedora: Bayley (AINDA CAMPEÃ)



WWE Raw Women's Championship
Becky Lynch (c) vs. Shayna Baszler

Alex Lucas – Verdade seja dita, este combate já estava “confirmado” desde há muito tempo (e a WWE bem que andava mortinha para o fazer acontecer…), portanto não é surpresa nenhuma que ele faça parte do card. Surpresa, isso sim, foi a repentina transformação de Baszler na versão feminina do Drácula há umas semanas atrás… Isso não foi nada PG, Tio Vince!

Falando a sério: É um combate algo previsível. Com alguns pontos de interesse, mas previsível. A Becky Lynch enquanto campeã já está a estagnar há muito, até agora não havia assim grande concorrência que lhe pudesse tirar o Título e a Baszler está com o hype todo do seu lado, portanto não há grandes dúvidas sobre quem vencerá. Próximo!

Vencedora: Shayna Baszler (NOVA CAMPEÃ)

Diego Meira – É certo que Becky Lynch se tornou o “ás” da divisão feminina do Raw. Obtendo vitórias contra adversárias de longa data, como Charlotte Flair e Asuka, “The Man” começou a ficar dependente de um novo desafio, e este acabou vindo na forma da antiga campeã do NXT, Shayna Baszler.

Shayna chegou mostrando que estava levando tudo às máximas consequências, atacando Lynch durante uma promo e quase arrancando um pedaço de sua nuca com uma dentada. Com essa ação, Becky decide que a “Queen of Spades” é seu próximo obstáculo a superar e começa a aguardar o momento de se enfrentarem.

As semanas seguintes serviram apenas para consolidar a rivalidade, onde Shayna demonstrou ser uma verdadeira ameaça, quando conquistou a posição de desafiante ao cinturão feminino após dizimar todas as suas oponentes no Elimination Chamber, onde foi a primeira pessoa a vencer eliminando todos os demais participantes.

E pensando bem, ela parece ser a melhor escolha no momento para retirar o cinto de Becky. Demonstrando ser dominante, e há muito cotada para ser a próxima campeã, Baszler pode até não ser uma lutadora fenomenal, mas consegue manter lutas sólidas e pode ser a peça principal numa especulada rivalidade com Ronda Rousey, para quando a ex-campeã retornar a WWE.

Além do quê, Becky já mantém um reinado vasto e respeitoso, portanto não haverá problemas em encerrá-lo agora. Sendo assim, estarei apostando na vitória de Shayna Baszler.

Vencedora: Shayna Baszler (NOVA CAMPEÃ)



WWE Universal Championship
Goldberg (c) vs. Braun Strowman

Fábio Santos – Inicialmente era Roman Reigns vs. Goldberg, mas neste último Smackdown revelaram que afinal Braun Strowman iria tomar o lugar de Reigns sem muitas explicações e aqui a WWE pode aproveitar para construir uma nova história entre Reigns e Strowman no futuro.

Só precisam é que o Goldberg fique um bocado fora disto, porque já sabemos que quando colocam este Hall of Famer no ringue, nunca poderemos esperar um combate de 5 minutos para cima (o único que Goldberg teve com mais tempo foi na Wrestlemania em que enfrentou Brock Lesnar).

Tenho é pena que o Bray Wyatt tenha sofrido no meio desta história toda, porque não havia necessidade disto honestamente. Braun vs. Goldberg noutros tempos seria um combate melhor, mas aqui não espero mais do que uma troca de finishers.

Quero e aposto que o Braun vai capturar o seu primeiro título mundial na WWE com esta ausência do Roman Reigns e espero que a WWE depois aproveite este cenário para criar uma nova rivalidade entre Reigns e Braun.

Vencedor: Braun Strowman (NOVO CAMPEÃO)




WWE Championship
Brock Lesnar (c) vs. Drew McIntyre

MCPhillip – O Campeão está em grande desvantagem, pois tem sofrido muitos ataques do desafiante e, depois de todo um hype que Drew fez, que incluiu um treino estilo escocês, aliando-se a um facto de estar mais rotinado no mundo do Wrestling, creio que haverá uma mudança no detentor do título.

Vencedor: Drew McIntyre (NOVO CAMPEÃO)

Pyromaniac – Este combate é provavelmente o combate que perde mais por ser sem público. Desta vez, McIntyre não só não tem onde se “esconder”, nem onde surpreender Lesnar. Será um combate de 1 contra 1 e honestamente gostava que fosse Falls Count Anywhere, para que os dois pudessem combater pelo PC todo. Enfim, temos de nos contentar com o que há.

No início do combate, Lesnar tenta ser rápido a vencer Drew, aplicando os seus vários German Suplexes e aqui começará a dúvida do pretendente ao título. Lesnar aplica logo no início 10 Germans e começa a rir-se na cara de Drew e a dizer-lhe que continuará a ser campeão por muito tempo.

No entanto, Drew a ouvir isto começa a ganhar moral e começa a levantar-se. Lesnar tenta impedi-lo, mas a força de vontade é maior. McIntyre põe-se de pé e começa a bater no campeão com murros, pontapés, cabeçadas e começa a aplicar algumas submissões, das quais Lesnar consegue sempre escapar-se, mas sem nunca conseguir ganhar vantagem, até que Drew começa a preparar-se para aplicar um Claymore, mas Heyman põe-se na borda e acaba por levar ele com o finisher de McIntyre. Lesnar aproveita a distração e aplica dois F5 e faz o pin, mas Drew consegue levantar-se antes do 3. Lesnar imediatamente tenta aplicar a Claymore, conseguindo fazê-lo com sucesso, porém McIntyre safa-se, para de seguida levar com 3 F5’s de Lesnar, que faz o pin de seguida, mas Drew escapa-se ao 1 desta vez.

McIntyre está agora cansado e mal-tratado, porém a sua vontade de vencer e a adrenalina é maior que tudo. Lesnar tenta aplicar mais german’s, mas Drew consegue impedi-lo para de seguida aplicar dois Scotish Kisses, Lesnar levanta-se meio tonto, e Drew aplica 4 Claymores e vence Lesnar.

Vencedor: Drew McIntyre (NOVO CAMPEÃO)




PS: Não esquecer que, daqui por umas horas começará a transmissão ao vivo do WWE Wrestlemania 36, que contará com o habitual "chat" para podermos conversar e as "streams". Bom PPV para todos!

Sem comentários:

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.