Ultimas

PPV Review - WWE Elimination Chamber


Data: 8 de março de 2020
Arena: Wells Fargo Center
Localidade: Filadélfia, Pensilvânia




Daniel Bryan vs. Drew Gulak
Combate que prometia ser muito técnico e que começou a cumprir logo desde o início. Drew Gulak tinha afirmado que conhecia as fragilidades de Daniel Bryan e provou isso mesmo ao conseguir safar-se melhor do que o seu adversário durante a fase inicial, marcada pelo chain wrestling. A estratégia de Gulak passava essencialmente por neutralizar as pernas de Bryan e causar-lhe estragos na zona de pescoço, que já deu muitos problemas ao antigo campeão mundial.
Após uma violenta queda de cabeça, Daniel Bryan esteve quase a perder via assentamento e count-out. Evitou a derrota nesses momentos, mas depois voltou a estar em apuros após um Inverted Superplex e um Gu-Lock. Porém, conseguiu dar a volta por cima e alcançar a vitória através de um Yes Lock, ainda que Gulak não tenha chegado a desistir – simplesmente perdeu os sentidos.
Vencedor: Daniel Bryan
Nota: 7,5/10


WWE United States Championship:
Andrade (c) vs. Humberto Carrillo
Entrada a todo o gás por parte de Andrade, que aplicou um Back Elbow assim que a sineta soou. Foi apenas o arranque de um duelo muito animado, com os dois lutadores a imprimirem um ritmo alto. Porém, depois Andrade tratou de diminuir a intensidade, privilegiando o controlo do combate e a neutralização do adversário.
Após algum tempo a ser dominado, Humberto Carrillo soltou as amarras com um Super Hurricanrana e inverteu por um pouco a tendência do combate. Andrade respondeu com uma joelhada no canto, mas Carrillo voltaria a carga.
A reta final do duelo foi marcada pela incerteza, com vários pin falls surpreendentes de parte a parte. Andrade, mais matreiro, conseguiu aplicar um assentamento em que puxou as calças ao adversário sem que o árbitro viesse, alcançando assim o triunfo. 
Vencedor: Andrade
Nota: 7/10


Elimination Chamber match pelo WWE SmackDown Tag Team Championship:
The Miz & John Morrison (c) vs. The New Day (Big E e Kofi Kingston) vs. The Usos (Jey Uso e Jimmy Uso) vs. Heavy Machinery (Otis e Tucker) vs. Lucha House Party (Lince Dorado e Gran Metalik) vs. Dolph Ziggler e Robert Roode
Os The New Day e os The Usos, duas das principais tag teams da WWE na última década, abriram as hostilidades. Seguiram-se os Lucha House Party, que reforçaram a espetacularidade do combate. A quarta equipa a entrar em ação foram os campeões Miz e Morrison, que acrescentaram emoção. E ainda sem eliminações registadas, os Heavy Machinery juntaram-se ao combate, deixando o ringue e a zona adjacente com dez homens a digladiarem-se.
Logo após The Gran Metalik ter brilhado através de um voo deste o topo da estrutura para o centro do ringue, Lince Dorado foi derrotado pelos Heavy Machinery, instantes antes da entrada de Ziggler e Roode.
Já depois de Tucker ter voado para cima de quase todos os homens em ação e de Otis ter dado conta de Ziggler e Roode durante alguns instantes, Otis tentou fazer uma placagem de Ziggler, mas este desviou-se e o possante lutador não só embateu como atravessou uma das quatro boxes da Elimination Chamber. Pouco depois, Roode e Ziggler eliminaram Tucker.
Logo a seguir, os Usos voaram sobre Roode e Ziggler com Frog Splashes e ditaram a eliminação dos carrascos dos Heavy Machinery. 
Restavam três equipas e os Usos juntaram temporariamente forças com os The New Day para fazer frente a Miz e Morrison, mas rapidamente os Usos e New Day entraram em confronto. Nessa altura Kofi Kingston mergulhou desde o topo de uma das boxes para o centro do ringue, mas os Ussos desviaram-se e Kofi acabou por aterrar numa piscina sem água, o que lhe valeu a eliminação às mãos de Miz e Morrison.
A dada altura The Miz aplica um Skull Crushing Finale em Jimmy Uso, mas este consegue o kick out. Logo a seguir The Miz volta à carga com o Figure Four Leg Lock e Morrison aproveita para executar o Starship Pain, mas Jey Uso faz o save. No entanto, Miz e Morrison insistiram e chegaram ao triunfo através de um pin fall conjunto.
Sem dúvida um dos melhores combates Elimination Chamber de todos os tempos!
Vencedores: The Miz & John Morrison
Nota: 9/10


No Disqualification match:
Aleister Black vs. AJ Styles
Mesmo contra um AJ Styles apoiado por Anderson, Gallows e um kendo stick, Aleister Black foi dando conta do recado. Curiosamente, foi quando Aleister Black introduziu uma mesa no combate que perdeu o controlo das operações, com a força dos números e uma cadeirada de Styles a colocarem o Phenomenal One em melhor posição.
Black voltou à carga com um kendo stick, mas a partir de determinado momento Styles foi conseguindo esquivar-se, surpreendendo depois o adversário com um Pelé Kick. A partir daí, o duelo tornou-se muito dividido. A dada altura Styles quis aplicar um Tombstone Piledriver, mas Black evitou o golpe, voltou ao ataque e fez Styles atravessar uma mesa.
Com Styles em dificuldades e Black preparadíssimo para aplicar o seu finisher, Anderson e Gallows salvaram o líder do The Original Club e iniciaram uma investida em Black. No entanto, Undertaker apareceu para aplicar um Chokeslam em Styles e possibilitar que Aleister Black executasse o Black Mass vitorioso.
Vencedor: Aleister Black
Nota: 8/10


WWE Raw Tag Team Championship:
The Street Profits (Angelo Dawkins e Montez Ford) vs. Seth Rollins e Murphy
Os The Street Profits estavam a dar boa conta do recado quando os The Authors of Pain interferiram a favor de Rollins e Murphy, dando vantagem à equipa do antigo campeão universal. No entanto, The Viking Raiders surgiram em cena para se envolverem com os Authors of Pain, deixando o ringue entregue aos dois elementos de cada equipa.
O duelo esteve sempre muito animado, com equilíbrio e intensidade. Quando Rollins parecia estar em melhor posição para dar a vitória a uma das equipas, Kevin Owens apareceu para ser um fator de distração. E os Street Profits aproveitaram para assegurar o triunfo em Murphy.
Vencedores: The Street Profits (Angelo Dawkins e Montez Ford)
Nota: 6,5/10


3-on-1 Handicap match pelo WWE Intercontinental Championship:
Braun Strowman (c) vs. Shinsuke Nakamura, Cesaro e Sami Zayn
Sami Zayn começou o combate, mas ainda sem ter trocado algum golpe com Strowman passou o testemunho a Nakamura.  Apesar das trocas constantes entre Nakamura, Cesaro e Zayn, Strowman foi dando conta do recado durante largos minutos.  ´
Porém, a força dos números fez-se sentir e, através de um triple team, Zayn aplicou um Helluva Kick ao mesmo tempo que Nakamura e Cesaro executavam um Double Suplex em Strowman para assegurar o triunfo e conquistar o título intercontinental.
Vencedor: Shinsuke Nakamura, Cesaro e Sami Zayn (Sami Zayn novo campeão)
Nota: 5,5/10


Elimination Chamber match por uma oportunidade pelo WWE Raw Women's Championship
na WrestleMania 36:
Natalya vs. Liv Morgan vs. Shayna Baszler vs. Asuka vs. Ruby Riott vs. Sarah Logan
Natalya e Ruby Riot abriram as hostilidades. Seguiu-se Sarah Logan. As três passaram mais tempo fora do ringue a utilizar a estrutura para causar estragos do que propriamente no ringue a tentar um assentamento ou uma submissão.
A senhora que se seguiu foi Shayna Baszler, que não precisou de muito tempo para fazer desistir Ruby Riot, Sarah Logan e Natalya. Ainda deu bastante tempo – demasiado até… - para ficar à espera que a próxima adversária, no caso Liv Morgan, saísse da box.
Liv Morgan não ofereceu qualquer resistência, tendo sido prontamente destruída por Baszler, que mais uma vez teve muito tempo para descansar sozinha no ringue, desta feita enquanto aguardava por Asuka.
A nipónica ofereceu mais luta a Baszler do que todas as outras concorrentes juntas. Asuka chegou a prender Baszler no Asuka Lock, mas Baszler conseguiu escapar e assegurar o triunfo via submissão.
Vencedora: Shayna Baszler
Nota: 6/10




Sem comentários:

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.