Ultimas

PPV Review - WWE NXT TakeOver: Portland


Data: 16 de fevereiro de 2020
Arena: Moda Center
Localidade: Portland, Oregon




NXT North American Championship:
Keith Lee (c) vs. Dominik Dijakovic
Combate muito físico, entre o possante Keith Lee e o fortíssimo Dijakovic. A dada altura, Dijakovic projetou Lee a partir do topo de um dos cantos com uma espécie de Attitude Adjustment, mas os efeitos não passaram da near fall.
Pouco depois, Dijakovic voltou à carga ao projetar-se em salto mortal para fora do ringue, onde se encontrava Keith Lee sentado numa cadeira, naquele que foi um momento holy shit.
Keith Lee ripostou com dois Powerbombs bombásticos, mas Dijakovic safou-se. Dijakovic voltou ao ataque com um Spanish Flag a partir do topo de um dos cantos, mas Keith Lee fez o kick out a tempo. Praticamente na resposta, Keith Lee aplicou um Big Bang Catastrophe para alcançar a vitória.
Vencedor: Keith Lee
Nota: 9/10


Street Fight:
Dakota Kai vs. Tegan Nox
Tegan Nox iniciava ainda a sua entrada em ringue quando foi atacada pelas costas por Dakota Kai. Deu-se aí início a um combate violento, em que não faltaram objetos como cadeiras, baldes do lixo, mesas, correntes e até um computador portátil.
Entretanto, quando Tegan Nox se encontrava em muito boa posição, surgiu em ringue Reina González, que projetou Nox numa mesa a partir do topo de um dos cantos. Dakota Kai limitou-se a colher os cacos e aplicar o assentamento vitorioso.
Vencedora: Dakota Kai
Nota: 7,5/10


Finn Bálor vs. Johnny Gargano
Depois de um combate muito físico e de uma Street Fight, eis um duelo mais técnico, entre dois dos melhores performers que a WWE tem à disposição. Como é apanágio de Bálor e Gargano, o combate foi aumentando progressivamente de intensidade desde o soar da sineta.
Mais experiente, Bálor arrecadou o triunfo após um Coup de Grâce e um 1916.
Vencedor: Finn Bálor
Nota: 8,5/10


NXT Women's Championship:
Rhea Ripley (c) vs. Bianca Belair
Mais um combate muito físico, repleto de strikes. Depois de se terem digladiado durante algum tempo, Rhea Ripley assegurou a vitória depois de um Riptide.
Vencedora: Rhea Ripley
Nota: 6,5/10


NXT Tag Team Championship:
The Undisputed Era (Bobby Fish e Kyle O'Reilly) (c) vs. The BroserWeights (Matt Riddle e Pete Dunne)
Os The Undisputed Era não perderam tempo e atacaram os The BroserWeights ainda antes do início oficial do combate. Fish e O’Reilly controlaram as operações durante algum tempo, mas a entrada de Matt Riddle inverteu o rumo dos acontecimentos.
A reta final foi caótica, com muitos momentos em que os quatro lutadores estavam em ringue em simultâneo. Os The Undisputed Era estiveram perto do triunfo após o seu finisher, mas Matt Riddle fez o kick out. Na resposta, os BroserWeights asseguraram a vitória depois de pontapés aplicados ao mesmo tempo na cabeça de Bobby Fish.
Vencedores: The BroserWeights (Matt Riddle e Pete Dunne) (novos campeões)
Nota: 7,5/10


NXT Championship:
Adam Cole (c) vs. Tommaso Ciampa
Mais um combate com um ritmo progressivo, à boa maneira de quem está habituado a trabalhar nas promoções independentes.
Já largos minutos após ter embatido com a nunca numa mesa de comentadores, Ciampa aplicou uma espécie de Samoan Drop a partir do topo de um dos cantos, mas Adam Cole fez o kick out  Ciampa voltou à carga com um Powerbomb numa mesa de comentadores, uma joelhada certeira, um Lariat e um Project Ciampa, mas Cole voltou a safar-se.
Mesmo muito amassado, Cole conseguiu responder e aplicar o Last Shot, mas Ciampa foi até às cordas, evitou o assentamento e até voltou à carga com um Samoan Drop na borda do ringue. Nessa fase, assistiu-se alternadamente aos melhores golpes de cada um, numa reta final bastante dividida e emocionante.
Em desespero depois de ver Cole quase desistir, os restantes membros dos The Undisputed Era foram até perto do ringue para distrair o árbitro e atacar Ciampa. Ciampa até foi evitando a derrota, conseguindo por várias vezes o kick out quando se esperava o fim do combate, mas quando esteve perto do triunfo não havia árbitro em ringue para fazer a contagem.
A dada altura quem foi até às imediações do ringue foi Johnny Gargano, aparentemente para ajudar Ciampa. Porém, atingiu o seu antigo companheiro de tag team com o cinturão e ofereceu a vitória a Adam Cole.
Vencedor: Adam Cole
Nota: 9/10

Sem comentários:

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.