Ultimas

Strong Style Impact #11 - Homecoming 2019



Nesta edição do "Strong Style Impact" vou analisar o primeiro grande evento da Impact! Wrestling no ano, "Homecoming". Diferente dos outros eventos que analiso, analisarei este do início ao fim, falando de todos os combates. Sem mais delongas, vamos ao texto.


Ultimate X Match For the Vacant Impact X Division Championship
Ethan Page vs. Rich Swann vs. Jake Crist vs. Trey Miguel



Depois de quase 2 anos, finalmente tivemos a volta de um dos combates que a antiga "TNA" inventou, o resultado não poderia ter sido ruim! Claro, a luta poderia ter durado mais, mas nos poucos mais de 13 minutos de match, tivemos os 4 wrestlers dando seu melhor e tendo seus momentos de "brilho". Para mim o maior destaque foi Trey Miguel, que chegou à empresa no final do ano passado e já provou ser digno de lutar por títulos. Com certeza tem um futuro grandioso no wrestling!

O combate poderia ter tido mais acrobacias e spots das estrutura, mas ainda sim foi algo dentro das expectativas e bem escrito. Os 4 fizeram bem o seu trabalho e deixaram o público doidos desde o início. A luta foi responsável por ditar como seria o evento dali para frente: um bom card com boas lutas. Quanto ao estilo de combate, espero não termos que esperar outros 2 anos para vermos grandes nomes disputando esse belo título! A match serviu para mostrar aos novos fãs como a empresa foi capaz de inovar e satisfazer a nós, fãs de longa data.

 Não vejo Swann usando a "option C", então acredito que desta vez teremos um reinado mais longo. As suas primeiras rivalidades devem se centrar na dupla Matt Sydal e Ethan Page, mas nada que o destrone por hora.


Nota: ****


Tag Team Match
Allie & Su Yung vs. Jordynne Grace & Kiera Hogan



Essa foi a luta mais fraca do evento, acho que ninguém discorda disso. Mesmo assim, ainda dá para passar um tempo se divertindo com o combate e a nova Allie que, devo dizer, foi uma ousadia da empresa (se foi boa ou ruim, isto é outra história). Kiera Hogan fez praticamente todo o trabalho da sua dupla, sendo o melhor nome em toda a match. Com certeza ela será uma das próximas desafiantes ao título da Knockouts.

O maior destaque ficou por conta da volta de Rosemary, que foi um dos melhores momentos de todo o evento. A rivalidade "Rosemary vs Allie" pode nos levar a interessantes tipos de combates. Estou muito curioso com o que nos aguarda entre estas 2!


Nota: *3/4


Falls Count Anywhere Match 
Eddie Edwards vs. Moose



Bom, eu sinceramente não sou muito fã das rivalidades do tipo "amigo traindo amigo". Acredito que já se tornaram genéricas e, muitas das vezes, o interesse por minha parte acaba rápido. Essa não foi muito diferente de outras mas foi mais bem trabalhada do que a maioria. A feud está em andamento faz uns 4 meses e fez bem o seu trabalho em manter a maioria dos fãs presos a ela e curiosos.

O combate que, na teoria, terminou a esta feud foi muito bom. Eu vou ser franco, não esperava muita coisa e saí surpreso. Não por duvidar do talento dos atletas, mas achava que seria uma match normal, graças a Deus me enganei. Os spots com objectos foram muito realistas, coisa que é difícil de se fazer hoje em dia. Além disso, os 2 wrestlers pareciam mesmo se odiarem, em especial Eddie que, desde que passou a ser um "louco", se tornou um dos nome mais interessantes no pro-wrestling mundial.

Vale a pena e mostrou que a Impact! se tornou uma das empresas que melhor sabem fazer lutas sem desqualificação! Poderia ter durado mais, assim como praticamente todos os outros combates, mas conseguiram terminar a rivalidade de uma forma que todos ficaram satisfeitos, até quem torcia para Moose. Agora é saber se os 2 entrarão na rota de algum title ou ainda ficarão em rivalidades sem nenhum belt envolvido.


Nota: ****


Singles Match
Sami Callihan vs. Willie Mack



Como já falei outras vezes, Willie Mack é provavelmente um dos nomes mais carismáticos no desporto hoje em dia. Além disso, também tem um talento incrível, ainda mais pela sua agilidade com todo seu tamanho. É difícil encontrar alguém que o odeie, diferente de Callihan. Callihan porém, consegue ser odiado por seu incrível trabalho como heel, pois talento também não lhe falta.

O combate teve a duração que eu esperava, em torno de 10 minutos, tempo suficiente para os 2 mostrarem seu talento e deixarem a crowd eléctrica. O vencedor era meio óbvio, até porque, como disse na preview, acredito que Callihan logo disputará o título principal, então faria sentido sua vitória. Mack não perderá lugar no card, o amor do público por ele assegurará que ele se mantenha entre os principais nomes e, gradualmente, se torne desafiante a algum title.

Acho que a rivalidade não acaba aqui e pode acabar se prolongando por mais algumas semanas até se tornar em uma #1 Contender's Match ou algo do género, o que acabará nos levando a uma nova rivalidade para Johnny Impact, ou até mesmo Brian Cage.


Nota: ***3/4 


Monster's Ball Match
Eli Drake vs. Abyss



Eu realmente não sou muito fã de ver Abyss como face, mas nesta rivalidade isto funcionou bem. Eli é um heel nato e dificilmente veríamos uma rivalidade entre 2 heels, então automaticamente fizeram a lenda ser o bonzinho.

A match ficou bem abaixo da outra sem desqualificação, mas ainda vale a pena pela diversão e ver que o Impact! ainda valoriza suas lendas. Não foi nada de extremo, mas também não foi nada light. Destaque para os golpes de remo no final, que pareceram muito reais.

O futuro destes 2 está em aberto, não tenho a mínima de quais serão as próximas rivalidades deles, mas eu realmente queria ver Eli na rota de um título.


Nota: **3/4


Impact World Tag Team Championship Match
The Latin American Xchange (Ortiz & Santana) © vs. The Lucha Bros (Fénix & Pentagón Jr.)



Quando eu só penso nesse combate só me passa pela cabeça: "Por que diabos isso foi tão curto?" Se tivesse a duração do main event, eu tenho certeza de que daria a nota máxima! 11 minutos não foram suficientes, a luta ficou com um grande gosto de "quero mais". Espero que a rematch, que não vou falar quem venceu, que ocorreu no México tenha durado mais.

Mesmo assim, o combate ainda foi de tirar o fôlego. O melhor da noite, sem dúvidas! O que estes 4 são capazes de fazer é simplesmente inimaginável nos padrões de wrestling impostos pela WWE na América. Fenix e Pentagón são incríveis solo, mas em dupla funcionam ainda melhor! Não tenho medo de afirmar que 2 das 5 melhores duplas do mundo actualmente estavam disputando o título.

11 minutos, veja estes 11 minutos e tenho certeza que você, hater idiota do Impact!, vai rever seus conceitos do que é wrestling de qualidade! Esse foi o combate mais frenético no ano todo até agora, o que é difícil de ver em lutas de duplas hoje em dia. A rivalidade provavelmente vai se estender por mais uns 2 meses até termos novas rivalidades e desafiantes. 

A única coisa que posso afirmar, sem dar spoilers, é que a empresa provavelmente tem a divisão de duplas mais forte e consistente nos wrestling mundial hoje em dia! Todo bendito evento temos combates não menos do que "óptimos"... vai fundo Impact!, você está conseguindo renovar uma divisão que parecia não ter mais no que inovar, e este combate é a maior prova disto!


Nota: ****1/2 


Impact Knockouts Championship Match with Gail Kim As Special Guest Feferee
Tessa Blanchard © vs. Taya Valkyrie



Esse combate foi mais equilibrado do que eu esperava. Achava que Tessa ia dominar do início ao fim, mas quem teve boa parte da iniciativa nas acções foi Taya, ponto positivo para o booking que a fez determinada a vencer o título. O combate em si foi bom, não foi a melhor defesa de Tessa na minha opinião, mas ainda foi bom.

Gail estava ali pra fazer com que sua rivalidade com Tessa começasse e isso era óbvio, só faltava saber se isso envolveria o título ou não. Espero que trabalhem bem a rivalidade, já que Tessa é um dos principais nomes no wrestling mundial e, qualquer coisa que façam no booking que ela não goste, pode acabar significando em uma possível saída dela da empresa. Outras a querendo é o que não falta.

Eu realmente não sei quem entrará na rota do título e desafiar Taya agora já que o principal nome heel da divisão, Su Young, provavelmente estará em outra rivalidade. Provavelmente alguém da dupla Kiera Hogan e Jordynne Grace pode acabar no caminho de Taya. Somente espero que seu reinado seja tão bom quanto o de Tessa.


Nota: ***


Impact World Championship Match
Johnny Impact © vs. Brian Cage



Eu vi muita gente espumando de raiva desta match na internet, basicamente pelo fim. Eu vou deixar uma coisa clara sobre minhas análises: 2 minutos finais ruins não fazem uma luta cair de nível na minha opinião e vice-versa. Não é porquê o final teve o envolvimento (meio podre, devo admitir) dos amigos de Johnny e que os lutadores botcharam o último spot, que vou diminuir a nota desta óptima luta!

Antes de tudo devo aclamar as câmeras e edições que fizeram esta match realmente parecer nos moldes da antiga "TNA", no início dos anos 2000. Se você assistir em 480p, a experiência vai ser ainda mais nostálgica. Falando do combate agora, era meio óbvio que a empresa não faria Johnny perder o title tão rápido, então era um questão de "como Cage seria derrotado". Muitos apostavam em uma intervenção de Killer Kross, que graças não aconteceu, já que faria o final de um combate tão bom ser péssimo (pior do que o que vimos).

Tendo 2 wrestlers deste calibre, tanto em talento como em popularidade, eu tenho certeza de que foi difícil acharem um jeito credível de fazer Cage sofrer pin pela segunda vez em todas suas matches na empresa. O maior problema com o botch final foi o facto que, ao meu ver, Cage agora parece "mais fraco" do que antes. Se o roll up tivesse funcionado, tenho certeza que 50% das reclamações feitas nem existiriam. Mas, pelo que vimos nas gravações do próximos semanais, estão contornando a situação e deixando Cage ainda como um dos favoritos a vencer o título.

Desde os tempos de "Lucha Underground" estes 2 têm rivalidade e sempre tiveram química no ringue. A luta teve um ritmo mais frenético que o habitual em singles matches no Impact!, o que resultou em uma luta em que vimos 2 wrestlers realmente dando o melhor de si, não só pelo título, mas pelo prestígio de poderem sair vitoriosos no main event de um dos principais eventos da empresa do ano, por todo seu significado histórico.

É uma questão de tempo até Cage vencer o título principal, a empresa com certeza tem medo de perder o "Machine" e vai fazer de tudo para segurá-lo, então acredito que ainda veremos por mais alguns meses esta rivalidade com Killer Kross no meio, talvez para levar o pin do vencedor. Por mim podem vir que já estou ansioso!


Nota: ****


O que acharam do evento? Quais a próximas rivalidades que acham que teremos? Deixem nos comentários! Até a próxima e fiquem todos com Deus!

4 comentários:

  1. e pessoal, temos que começar a dar + atenção a MLW por estes lados...ele estão a partir tudo!

    ResponderEliminar
  2. Obrigado man! Olha, a malta aqui da página já está se organizando para postar MLW. Eu ainda não assisto pq já tenho muita coisa pra ver kkkk, mas se quiserem eu posso sim começar a analisar!

    ResponderEliminar

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.