Ultimas

NJPW Wrestle Kingdom 13 | Preview


A NJPW começa o ano em grande no mundo do wrestling com o seu tradicional e anual PPV chamado Wrestle Kingdom 13, onde como grande destaque veremos a defesa do IWGP Heavyweight Championship, no qual o campeão Kenny Omega defende contra o vencedor do torneio G1 Climax que possibilitou esta oportunidade, Hiroshi Tanahashi.

Para além disso, teremos também a defesa do IWGP Intercontinental Championship, em que num "No-DQ Match" veremos o campeão Chris Jericho a defende contra Tetsuya Naito e ainda um combate muito pessoal entre Kazuchika Okada e Jay White! Tudo isto e muito mais...

Os combates confirmados para o evento são os seguintes:

CARD

IWGP Heavyweight Championship Match
Kenny Omega © vs. Hiroshi Tanahashi

IWGP Intercontinental Championship
No-DQ Match
Chris Jericho © vs. Tetsuya Naito

Singles Match
Kazuchika Okada vs. Jay White

NEVER Openweight Championship Match
Kota Ibushi © vs. Will Ospreay

IWGP Heavyweight Tag Team Championships
Three-Way Tag Team Match
Guerrillas of Destiny (Tanga Loa & Tama Tonga) © vs. Los Ingobernables de Japon (SANADA & EVIL) vs. The Young Bucks (Matt & Nick Jackson)

IWGP United States Championship Match
Cody © vs. Juice Robinson

IWGP Jr. Heavyweight Championship Match
KUSHIDA © vs. Taiji Ishimori

RPW British Heavyweight Championship Match
Tomohiro Ishii © vs. Zack Sabre Jr.

IWGP Jr. Heavyweight Tag Team Championship
Three-Way Tag Team Match
Suzuki-gun (Yoshinobu Kanemaru & El Desperado) © vs. Roppongi 3K (YOH & SHO) vs. Los Ingobernables de Japon (BUSHI & Shingo Takagi)

PRE-SHOW

NEVER Openweight 6-Man Tag Team Championship #1 Contenders
Gauntlet Match
Taguchi Japan (Ryusuke Taguchi, Toru Yano & Togi Makabe) vs. David Finlay, Jeff Cobb & Yuji Nagata vs. CHAOS (Beretta, Chuckie T & Hirooki Goto) vs. Suzuki-gun (Davey Boy Smith Jr., Lance Archer & Minoru Suzuki) vs. Bullet Club Elite (Marty Scrull, Yujiro Takahashi & Hangman Page)


APOSTAS

Para poderes deixar as tuas apostas deste PPV, basta abrir o seguinte link e comentar com o formulário de respostas: http://wrestlingnoticias.blogspot.com/2018/12/wn-apostas-2019-1-temporada-njpw.html

PREVIEW

PRE-SHOW




NEVER Openweight 6-Man Tag Team Championship #1 Contenders
Gauntlet Match
Taguchi Japan (Ryusuke Taguchi, Toru Yano & Togi Makabe) vs. David Finlay, Jeff Cobb & Yuji Nagata vs. CHAOS (Beretta, Chuckie T & Hirooki Goto) vs. Suzuki-gun (Davey Boy Smith Jr., Lance Archer & Minoru Suzuki) vs. Bullet Club Elite (Marty Scrull, Yujiro Takahashi & Hangman Page)

Luís Barros – Infelizmente este ano não vamos ter a New Japan Rumble, que ao contrário da sua prima americana não tem valor praticamente nenhum, mas que é sempre divertida, e no fundo, é por essa razão que vemos wrestling.

Para a substituir temos este gigantesco combate, que envolve no total 15 wrestlers divididos por 5 equipas por uma oportunidade pelo título do Never Openweight 6-Man Tag Team no New Years Dash.

Este combate acaba por servir para todos estes wrestlers envolvidos, alguns deles nomes grandes da NJPW terem a honra de participar no Wrestle Kingdom, mas mesmo assim tem o potencial de nos manter entretidos. Tendo em conta que de momento é o Bullet Club que detém estes títulos, a minha previsão seria a vitória dos The Elite, mas penso que seguirá noutra direção.

A maioria dos títulos da NJPW estão nas mãos de ocidentais, e isto tem caído mal entre alguns fãs, por isso acho que neste Wrestle Kingdom vamos ver alguns títulos mudar de mãos para wrestlers japoneses, e este é um deles, e os candidatos principais seriam os Chaos e Suzuki-Gun, e para vencer eu escolho o ultimo, primeiro porque tenho medo que o Suzuki me aleije caso não o escolha, e segundo, ele não estar no main card é estranho, tendo em conta que é uma das maiores figuras do wrestling japonês, e sinto que lhe vão dar um género de compensação com a vitória neste combate.

Vencedores: Suzuki-gun (Davey Boy Smith Jr., Lance Archer & Minoru Suzuki)

Micael Giovanny – O que seria da NJPW sem colocar combates aletórios nos eventos apenas para colocar mais lutadores nele? Nos mesmos moldes de anos anteriores, a gauntlet vai servir para determinar os adversários dos Firing Squad no New Year’s Dash, sendo provavelmente o main event do dia 5.

Temos nomes muito interessantes aqui, onde poderiam surgir heels vs heels pelo title, mas a probabilidade é a dos vencedores serem os mais óbvios: Bullet Club Elite. As equipas de Taguchi e Nagata são completamente aleatórias, não fazendo sentido nenhum serem os vencedores. Das 3 equipas restantes, acho difícil começarem uma feud aleatória entre os Suzuki-Gun e os Firing Squad, ainda mais envolvendo o próprio Suzuki em uma feud de trios.

Sendo assim nos sobra CHAOS e os B.C. Elite, sendo os 2 favoritos. Gostaria muito de ver os CHAOS entrando em colisão com os Firing Squad para nos livrarmos um pouco da rivalidade entre os 2 Bullet Club, mas acho difícil.

Vejo esta feud se prolongando até o início do All Elite Wrestling, onde sairia do Japão para continuar no Estados Unidos. Por um lado será bom ver Takahashi, Scurrl e Page com títulos, já que muito provavelmente vão vencer também no dia 5, mas é mais triste ainda não os ver lutando por títulos individuais ou, no mínimo, pelos títulos de duplas.

Vencedores: Bullet Club Elite (Marty Scrull, Yujiro Takahashi & Hangman Page)

PAY-PER-VIEW



IWGP Jr. Heavyweight Tag Team Championship
Triple Threat Tag Team Match
Suzuki-gun (Yoshinobu Kanemaru & El Desperado) © vs. Roppongi 3K (YOH & SHO) vs. Los Ingobernables de Japon (BUSHI & Shingo Takagi)

Diego Meira – Controvérsia se gerou com o anúncio deste combate. Depois de um 2018 não tão interessante para a divisão de Jr Tag Team, a New Japan marca uma revanche da final da Super Junior Tag League, entre os campeões Suzuki-gun, Roppongi 3K e Los Ingobernables, meramente porque Sho e Yoh não sofreram o pin na luta anterior... Um tanto inusitado, no mínimo.

Porém, os três times possuem credenciais mais que plausíveis para estar competindo pelos cinturões. Os 3K já tiveram muitos title matches memoráveis ao longo do ano, os LIJ vem construindo muito bem o novato Takagi Shingo para assumir um posto de representante da equipe no midcard, após o retorno de Takahashi Hiromu, e a Suzuki-gun está prestes a quebrar o recorde de maior reinado da história.

Vendo estes pontos, seria de se esperar que os Ingobernables vençam, pois foram os ganhadores da Tag League. Porém, estando tão perto de alcançar um feito tão notável (falta pouco mais de um mês e meio para a quebra do recorde), eu acredito que a New Japan manterá os cinturões com os campeões atuais, que veem fazendo um bom trabalho no topo da divisão.

Claro que existem chances altas de Shingo e Bushi saírem vencedores, mas prefiro pensar que Desperado e Yoshinobu serão agraciados por seu bom trabalho com essa marca histórica, sendo neles que estarei apostando nesta contenda.

Vencedores: Suzuki-gun (Yoshinobu Kanemaru & El Desperado) (AINDA CAMPEÕES)

Micael Giovanny – Este é um dos combates que, ao menos para mim, os vencedores são fáceis de serem determinados. Desperado e Kanemaru têm um dos maiores reinados como campeões da década e já deixaram seus nomes marcados na divisão de duplas. Fico feliz pela empresa ter finalmente dado a Desperado o tratamento que merece.

Os Roppongi 3K em pouco mais de um ano já são uma das principais duplas do plantel da empresa e, pelo segundo ano seguido, venceram a Super Jr. Tag Tournament, e é este o motivo pelo qual acredito que eles não vencerão. YOH e SHO já chegaram indo ao topo, deixando para trás nomes que já trabalhavam na empresa muito tempo antes. Merecidamente se tornaram campeões e provaram seu talento.

É difícil, porém, de acreditar que Takagi e BUSHI sairão perdendo neste evento. Não só muitos apostavam neles como vencedores do torneio, como também muitos torciam e ainda ainda torcem por ambos. A NJPW usou como uma boa carta na manga uma vitória dos 3K, fazendo com que a dupla dos “LIJ” chegue ao Tokyo Dome como os underdogs. A noite será marcada por um domínio dos LIJ, assim como em 2016.

É bom, enfim, ver BUSHI recebendo um título e, assim espero, um belo e excelente reinado com Takgi, que ainda vai roubar muitas atenções na NJPW. A tendência, ao meu ver, é vermos estas 3 duplas em rivalidade até o Dominion, no mínimo. Depois disto, espero ver outras duplas com oportunidades de supreenderem o público.

Vencedores: Los Ingobernables de Japon (BUSHI & Shingo Takagi) (NOVOS CAMPEÕES)



RPW British Heavyweight Championship Match
Tomohiro Ishii © vs. Zack Sabre Jr.

Carlos Reis – Zack Saber Jr. deteve o British Heavyweight Title por 396 dias entre 6 de março de 2017 e 6 de abril de 2018. Mas em New Orleans no ano passado durante o evento RevPro Mania, Tomohiro Ishii derrotou-o e assim tornou-se o segundo lutador japonês a conquistar o título depois de Katsuyori Shibata.

Ishii já deteve o titulo duas vezes, perdendo brevemente o mesmo para Minoru Suzuki antes de voltar rapidamente a perde-lo para Sabre. Visto que Ishii nunca teve a sua revenche, decidiu que ele finalmente gostaria de seu cinturão de volta.

E assim, no local que costumava ser preenchido por combates ROH World Title, recebemos um combate de singles de bônus, entre dois dos melhores lutadores da New Japan. O que a meu ver é bem melhor, não acham? Zack provavelmente leva seu título aqui a caminho de ter um grande 2019 em ambos os lados do Pacífico.

Vencedor: Zack Sabre Jr. (AINDA CAMPEÃO)

Diego Meira – Friamente falando, um combate entre Zack Sabre Jr e Ishii Tomohiro não parece ser lá muito apelativo no meio de um card como o do WK13. Porém, considerando o retrospecto de ambos, essa luta deve ser vista com mais atenção do que o normal.

Sabre Jr teve aquele que pode ser dito o “ano dos sonhos” de um gaijin da NJPW. Conquistou o British Title no WK12, venceu a New Japan Cup, finalizou o G1 Climax com uma ótima pontuação, e de quebra derrotou todos os aces da companhia. Seu único revés foi justamente perder o cinturão para Ishii no evento da RevPro da semana da Wrestlemania.

Já o “Stone Pitbull” não teve exatamente um grande destaque como campeão, tendo até chegado a perder o título para Suzuki Minoru, mas reconquistando-o pouco tempo depois. Sua participação no G1 não foi muito notável, mas sua rivalidade com Sabre lhe proporcionou bons momentos.

E agora, com uma série de combates que lhes deixa empatados em 2 a 2, eles disputam o cinturão no grande palco do “King of Sports”, onde acredita-se que eles devam dar seu máximo para chegar ao nível de qualidade exigido no evento.

Quanto ao vencedor, tudo aponta para que seja Zack Sabre Jr, mas eu prefiro acreditar que Ishii alcançará a grande glória que merece e manterá seu reinado após um excelente combate.

Vencedor: Zack Sabre Jr. (AINDA CAMPEÃO)



IWGP Jr. Heavyweight Championship Match
KUSHIDA © vs. Taiji Ishimori

Micael Giovanny – A luta que, desde a vitória de KUSHIDA no King Of Pro-Wrestling, todos esperavam ver na divisão Junior da NJPW. Ver no maior palco do ano torna este combate ainda mais importante, sendo, sem sombra de dúvidas, o maior momento da carreira de Ishimori.

Este momento vai ser ainda maior depois de sua vitória que para muitos, incluindo eu, já acham certa. KUSHIDA não tem mais nada o que provar na categoria, já venceu 6 vezes o ouro de forma justa e, nesta altura, ninguém reclamaria se decidisse lutar na divisão Heavyweight.

Já para Ishimori isto é o início da sua maior etapa na carreira onde, como novo campeão, trará novidades para a divisão, com novas rivalidades e combates que com certeza tirarão o fôlego de todos.

Na minha visão, Ishimori não só vence como também terá um longo reinado podendo, até mesmo, vencer Takahashi quando este retornar. O que veremos aqui será, muito provavelmente, o 2º melhor combate da noite, com chances de pegar o 1º lugar.

Vencedor: Taiji Ishimori (NOVO CAMPEÃO)

Tiago Esperança – Como fã apaixonado de KUSHIDA custa-me dizer mas não o vejo a sair deste combate com o título. Creio que depois da lesão de Hiromu Takahashi, a NJPW teve de colocar o título nas mãos de alguém seguro que neste caso enquadra-se muito bem em KUSHIDA podendo considerá-lo como o ACE da divisão de Jrs.

No entanto é necessária uma transição e Ishimori é o candidato ideal atualmente muito bom a nível técnico e como se encontra agora no centro da revolução dos Bullet Club é o momento certo para lhe colocarem o título adiar isso poderia ser mau pro lutador que senão lhe derem o título pode perder relevância, será um excelente combate e teremos novo campeão.

Vencedor: Taiji Ishimori (NOVO CAMPEÃO)



IWGP United States Championship Match
Cody © vs. Juice Robinson

PyroMANiac – Outra rivalidade bastante interessante. Cody é o actual IWGP US Championship, tendo ganho a Juice o título, só que a rivalidade construiu-se com o legado que Juice teria aprendido e fosse o protegido de Dusty quando esteve no NXT, sob o nome de CJ Parker.

Juice é, talvez, um dos babyfaces mais over da empresa e dada a história da AEW, é mais que óbvia a sua vitória, tornando-se o primeiro IWGP US Champion por duas vezes. Será um combate interessante, até para ver o fim, se irá haver ou não alguém a exigir uma oportunidade para o New Year’s Dash.

Vencedor: Juice Robinson (NOVO CAMPEÃO)

Tiago Esperança – Este combate deixa-me triste porque sei que o Juice vai vencer devido ao Cody ter de tratar da AEW. Cody teve o título durante meses sem nunca o defender ou sequer ter trazido qual valor adicional ao título, o título nem teve um build up decente para o Wrestle Kingdom.

Foi anunciado por conferência e não no ringue... o Juice perdeu o título na altura quando deviam ter-lhe dado um reinado bom tal e qual como merecia. Fico feliz por saber que o Juice vence e vai ter uma nova chance, mas o booking aqui deixa muito mas muito a desejar.

Vencedor: Juice Robinson (NOVO CAMPEÃO)



IWGP Heavyweight Tag Team Championships
Three-Way Tag Team Match
Guerrillas of Destiny (Tanga Loa & Tama Tonga) © vs. Los Ingobernables de Japon (SANADA & EVIL) vs. The Young Bucks (Matt & Nick Jackson)

Luís Barros – Este combate está um pouco desinteressante no que toca a construção, parece forçada a colocação dos Bucks neste combate, depois da história dos Og’s vs The Elite se ter arrastado durante 2018 inteiro, e como tem muita gente para um combate de tag team corre o risco de ter dificuldade em contar uma história e ser um festival de spots acrobáticos.

Mas vamos confiar nos excelentes wrestlers presentes, que já provaram mais do que uma vez que são capazes de um grande combate. A minha previsão é uma vitória para os LIJ, só porque sim, porque pode virar para os GOD, mas com a AEW aí ao lado duvido que os Bucks vençam este título.

Vencedores: Los Ingobernables de Japon (SANADA & EVIL) (NOVOS CAMPEÕES)

PyroMANiac – Todos sabemos que a All Elite Wrestling é finalmente uma realidade e que os Young Bucks fazem parte, inclusive, da estrutura directiva da empresa. Mas vamos ao que importa, os Young Bucks e os Guerillas of Destiny são rivais desde que os Bucks começaram a fazer mais dinheiro e a juntar-se mais ao lado Elite dos Bullet Club.

Já os LIJ, representados aqui por Sanada & EVIL, também têm as suas guerras contra os Young Bucks, foram eles, aliás, que retiraram os títulos aos Bucks.

Acho que este combate vai ter uma história muito virada para o último combate dos Bucks e que serão eles que sofrerão o Pin, para os GOD manterem os títulos, até para fortalecer o seu domínio na NJPW, numa altura que os Bullet Club têm um novo líder e estão a estabelecer a sua força na empresa.

Vencedora: Guerrillas of Destiny (Tanga Loa & Tama Tonga) (AINDA CAMPEÕES)



NEVER Openweight Championship Match
Kota Ibushi © vs. Will Ospreay

Carlos Reis – Ao ver este combate no papel diria que é só incrivel. Primeiro porque dá a oportunidade do Ospreay de brilhar num palco maior e que palco, O Wrestle Kingdom. Se olharmos para o caminho que teve de fazer o Ospreay para chegar a este combate, foi só incrivel.

Se não vejamos, o cambate dele contra o Taichi deixou-o numa posiçao de Hype para com o publico, mas mesmo assim penso que será apenas o inicio de um caminho duradouro para a “spot light” por parte do Ospreay.

Vencedor: Kota Ibushi (AINDA CAMPEÃO)

Tiago Esperança – Fico contente que as lesões do Ospreay não impediram este combate porque olhando para a qualidade dos 2 temos aqui um candidato a combate do ano, e é o primeiro combate do evento.

Creio que olhando para o que era pra ter acontecido antes quando Ospreay estava marcado pra enfrentar TAICHI quando este ainda era campeão, que iriamos ter um Ospreay a entrar no WK13 como campeão, no entato circunstâncias não o permitiram.

Este combate continua a ter muito valor pois o próprio começa a mostrar uma mudança de candidatos ao NEVER Openweight Championship já não se restringe apenas a Heavyweights mas começa a aparecer a sua natureza de Openweight.

No entanto não vejo Ibushi a perder o título imediamente, vai ser um excelente combate mas a Golden Star irá defender com sucesso o seu título.

Vencedor: Kota Ibushi (AINDA CAMPEÃO)



Singles Match
Kazuchika Okada vs. Jay White

PyroMANiac – O líder dos CHAOS vs o líder do Bullet Club, uma rivalidade que mudou foi de protagonista do lado da stable heel, já que o Switchblade é agora o líder da stable mais dominante do NJPW.

Tudo começou com uma traição de White a Okada, já que o primeiro queria a liderança dos CHAOS, liderança essa que Okada tinha há largos anos. Mas o pior foi quando o manager de Okada trai o seu protegido para se juntar ao antigo IWGP US Champion.

Penso que Okada tem de perder este combate, ou pelo menos não ficar over, já que os CHAOS estão a perder força e a desintegrar-se. Esta derrota até pode levar a que Okada passe a preocupar-se consigo mesmo e a tentar relançar-se como a figura maior da NJPW.

Vencedor: Jay White

Tiago Esperança – Este combate é interessantisímo tanto pelas mudanças que Okada sofreu este ano mas também pelas de Jay White. Jay White começou o ano com uma personagem ainda algo verde mas ao longo do tempo desenvolveu-a muito bem e merece o estatuto que lhe querem colocar de Top Heel da NJPW.

Okada começou como campeão e teve algumas mudanças de caráter parece mais descontraído... Jay White é o líder dos Bullet Club e Okada da CHAOS, são líderes das respetivas facções eles são a antítese um do outro.

Creio que será um excelente combate, com interferências pelo meio, mas creio que Okada precisa de vencer, perdeu o título perdeu combate no G1 com Jay White, e perdeu no seu desafio a Tanahashi, Okada precisa da vitória pra que o "Rainmaker" ressurja das cinzas para se re-establecer como candidato e o Main Eventer que ele é.

Vencedor: Kazuchika Okada



IWGP Intercontinental Championship Match
Chris Jericho © vs. Tetsuya Naito

Micael Giovanny – Pela segundo ano seguido teremos Chris Jericho no co-main event do Wrestle Kingdom, e isso apenas mostra o quanto ele gostou de trabalhar na empresa e que a NJPW tem mais dinheiro do que muita gente pensa.

Obviamente, como campeão part-timer, Chris Jericho não fez muita coisa neste reinado mas todos os momentos em que apareceu, ele roubou a cena. As promos realizados por “Y2J” e as respostas de Naito, outro mestre dos microfones, deixaram as expectativas para este combate ainda maiores do que o primeiro entre ambos.

Toda a história de Jericho se recusar a enfrentar Naito foi executada com perfeição e, não duvido nada, que antes ou durante a luta Jericho vai tentar abandonar a luta com o título no ombro e os “LIJ” estarão lá para o impedir.

Para Naito esta vitória virá como uma redenção depois de tantas falhas do ano passado: falhar em vencer Okada, perder o título Intercontinental na primeira defesa e perder o G1 Climax.

Jericho não precisa provar nada para mais ninguém e sairá com a dúvida se ainda vai continuar lutanda pela empresa japonesa ou voltará ao cenário americano. Eu espero desesperadamente que ele continue e até mesmo participe do G1 Climax, tantos combates dos sonhos que podemos ver.

Já para Naito isto o colocará como principal campeão Intercontinental depois da ida de Nakamura para os Estados Unidos. O líder dos “LIJ” provavelmente vai ficar neste cenário ainda este ano, mas no próximo ou depois com certeza voltará ao cenário do título principal, quem sabe finalmente vencendo Okada no Tokyo Dome como merece!

Vencedor: Tetsuya Naito (NOVO CAMPEÃO)

Tiago Cervantes – Desde o que Chris Jericho fez o seu impacto no NJPW no final de 2017, a sua carreira teve um enorme boost! Teve grandes combates com Kenny Omega, EVIL, Cody, Marty Scrull e Naito onde conseguiu ganhar o IWGP Intercontinental Championship. Ele não o defendeu muitas vezes, mas também com o calendário dele não foi fácil.

Mas mesmo, temos um grande rematch no “card” do WRESTLE KINGDOM 13 que provavelmente, vai ser um dos melhores combates da noite. Eu espero um combate agressivo com o Naito a dar tudo por tudo no Jericho para conseguir o título de volta.

Vencedor: Tetsuya Naito (NOVO CAMPEÃO)



IWGP Heavyweight Championship Match
Kenny Omega © vs. Hiroshi Tanahashi

Micael Giovanny – Finalmente! A revanche de 2016 finalmente acontecerá e terá lugar logo no principal palco da NJPW, não poderia existir melhor lugar. Eu já deixo aqui marcada a minha opinião de que acredito que será não só o mlehor combate do evento, mas também do ano. O único combate que poderia passá-lo seria outra revanche entre ambos os atletas.

Tanahashi, após 3 anos, volta ao evento principal do Tokyo Dome, porém, desta vez, é o underdog do combate. Quem poderia imaginar que algum dia o “Ace” seria um underdog em um combate no Wrestle Kingdom? Devido suas lesões nos últimos anos, Tanahashi acabou se tornando uma figura que esta somente na disputa de títulos “não tão importantes”, bom, ao menos para quem já segurou o título principal 7 vezes.

Tanahashi foi tirado de cena para que Okada e Omega fossem os principais nomes da empresa, mas o carisma do japonês nunca o deixou para trás e, vendo isto, a NJPW se viu numa obrigação de fazer de Tanahashi o vencedor do G1 Climax 28.

Sim, este provavelmente será o último main event de Tana no Tokyo Dome e sim, este provavelmente pode ser o momento que Tana vai passar de vez a tocha para Omega, como fez com Okada 3 anos atrás. Acredito, no entanto, que Tanahashi sairá como campeão. Me chamem de louco mas devemos colocar algumas coisas na mesa.

Primeiramente, Tanahashi teve todos os seus recordes quebrados, todos menos um: o lutador que mais vezes venceu o IWGP Heavyweight Title. Foram 7 as vezes que Tana se sagrou campeão principal e, ao menos a longo prazo, parece difícil alguém superá-lo. Fazer o Ace vencer o título mais uma vez o deixaria com um recorde, o único que lhe sobrou, ainda intacto.

Em segundo lugar devemos analisar que, aos olhos de muitos espectadores, o reinado de Kenny Omega tem sido ruim. Eu quero deixar claro que na minha opinião o reinado de Kenny está longe de ruim, mas ele tem o peso de ter um reinado logo após o maior da história e, o que muitos não entendem, é que dificilmente alguém manterá o nível do reinado de Okada, talvez até o próprio quando reconquistá-lo.

Terceiro e mais importante: Desde que o vencedor do G1 Climax tem o direito de lutar pelo principal título no Tokyo Dome, NENHUM desafiante venceu o campeão, e isto já é desde 2013. Se existe alguém que pode quebrar a maldição, este alguém é o homem que já se provou o rei do Tokyo Dome: Hiroshi Tanahashi!

Vencedor: Hiroshi Tanahashi (NOVO CAMPEÃO)

Tiago Cervantes – Eu não vou vos mentir... eu queria tanto queria tanto que este main event fosse Omega vs Ibushi. Mas, ao mesmo tempo, estou contente que este combate vai acontecer porque eu tenho a certeza que vai ser um autentico show stealler.

Ambos wrestlers são guerreiros do negócio e não devemos esperar nada mais que um combate espetacular de ambos lutadores. Fico à espera que o Omega vença, pois ainda gostava de ver um rematch com o Okada e o combate com o Ibushi que nós fãs queremos ver.

Vencedor: Kenny Omega (AINDA CAMPEÃO)

Tiago Esperança – Este combate basicamente define o cruzamento onde a NJPW se encontra... de um lado temos o atual campeão Kenny Omega que crê que a NJPW tem de mudar o mundo e apostar no globalismo e progressismo pra crescer e do outro temos Hiroshi Tanahashi o salvador da NJPW dos tempos negros da empresa.

A personificação de um estilo mais psicológico e duro, que crê que a NJPW não deve perder as suas raízes mesmo em face a este globalismo, que se deve manter fiel a ela mesma e que os valores que a empresa tem não se podem perder.

Tanahashi embora com a idade continua a mostrar a sua lealdade e dedicação á empresa que poderá provar-se uma mais valia neste combate... não sabemos se Omega vai-se dedicar totalmente à AEW, ou se vai ficar com a NJPW.

São muitas incertezas, dois lados muito diferentes um do outro, 2 filosofias muito diferentes. No entanto, creio que WK13 será novamente o palco do ACE e Hiroshi Tanahashi irá vencer e sagrar-se novo IWGP Heavyweight Champion.

Vencedor: Hiroshi Tanahashi (NOVO CAMPEÃO)




PS: Não esquecer que, daqui por umas horas começará a transmissão ao vivo do NJPW Wrestle Kingdom 13, que contará com o habitual "chat" para podermos conversar e as "streams". Bom PPV para todos!

1 comentário:

O blog tem os comentários abertos a todos aqueles que gostem de wrestling e o queiram discutir com responsabilidade e sobretudo de maneira construtiva.

Não são permitidos insultos pessoais entre leitores, bem como a autores do blog. Não é permitido spam. Qualquer comentário fora do contexto, fica a cargo da administração a decisão da sua permanência.

Com tecnologia do Blogger.